Grupo de Trabalho é criado para combater o racismo em estádios e arenas esportivas do DF

No Dia Nacional de Combate à Discriminação Racial, foi implementada a Política Distrital Vinícius Jr no Distrito Federal. A medida, publicada em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal  (DODF) desta quarta-feira (3), institui grupo de trabalho para discutir o combate ao racismo em estádios e arenas esportivas do Distrito Federal, por meio da Portaria nº 672 e em virtude da Lei nº 7.517, de 2 de julho de 2024.

O grupo de trabalho tem o objetivo de propor ações para auxiliar e ampliar o combate ao racismo nos espaços indicados pela lei, transformando-os em locais de conscientização racial para toda a comunidade do esporte. Os membros serão designados por meio de portaria específica e vão criar um plano de ação, além de monitorar e avaliar a eficácia das ações implementadas.

O grupo de trabalho tem o objetivo de propor ações para auxiliar e ampliar o combate ao racismo nos espaços indicados pela lei | Foto: Geovana Albuquerque/ Agência Brasília

Para a secretária de Justiça e Cidadania do DF, Marcela Passamani, a seriedade do assunto pediu celeridade na atuação. Então, nesta quarta-feira foi dado andamento para a instituição do colegiado.

“A criação do grupo de trabalho pela Sejus marca um passo significativo no combate ao racismo em estádios e arenas esportivas do DF. Este grupo será responsável por desenvolver proposições para a implementação das diretrizes existentes na lei, sancionada pela governadora do Distrito Federal em exercício, Celina Leão, que visa erradicar o preconceito racial nesses espaços. A formação deste grupo exatamente no Dia Nacional de Combate à Discriminação Racial reflete o compromisso contínuo do Governo do Distrito Federal em promover a igualdade e combater todas as formas de discriminação”, afirma Passamani.

Compartilhe

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.