Brasília comemora 63 anos e tem programação completa para celebração

Brasília comemora 63 anos no dia 21 de abril, próxima sexta-feira. Inaugurada em 1960, a cidade foi planejada para se distinguir das demais e se tornar a “capital da esperança”. Com uma arquitetura moderna, projetada pelo renomado arquiteto Oscar Niemeyer, o Distrito Federal foi construído para representar o centro político do Brasil. A riqueza de sua arquitetura somada a um povo miscigenado, vindo de todo o país, com mistura de gerações, sotaques e culturas, tornam a capital um lugar plural e, portanto, um destino que agrada a todos os gostos. Para celebrar a data, o Hurb, empresa de tecnologia com a maior plataforma de viagens online do Brasil, traz a programação completa de aniversário em um guia, que ainda reúne dicas dos principais pontos turísticos para quem quiser aproveitar e redescobrir a cidade. 

Com características tão interessantes, a celebração do aniversário não poderia deixar a desejar. Na sexta-feira (21), acontece a Maratona Correio Braziliense, às 8h, em frente a Esplanada dos Ministérios. O Hasteamento das Bandeiras dos Estados será às 8h30, na Alameda das Bandeiras, em frente ao Congresso Nacional. Durante o dia, haverá ainda o início do Mundial de Vôlei de Praia, às 10h, na Arena Central na Esplanada dos Ministérios; e, para finalizar, a famosa Esquadrilha da Fumaça fará um show às 14h, também na Esplanada. Para quem for de fora da cidade e desejar conhecer muitos pontos turísticos de uma só vez, um city tour guiado é a opção ideal. Os passeios custam a partir de R$260 e estão disponíveis no site do Hurb.

Aqueles que desejam ver de perto alguns marcos da história política do Brasil podem visitar pontos como:

  • Catedral Metropolitana de Brasília: inaugurada em 1970 e projetada por Oscar Niemeyer, a Catedral tem um formato único com 40 metros de altura e 16 colunas curvas de concreto que se unem no centro. O local conta com estátuas em bronze dos quatro evangelistas que guardam a entrada da igreja. A visitação pode ser feita todos os dias entre as 8h e às 18h.
  • Congresso Nacional: a Sede do Poder Legislativo Brasileiro também foi planejada pelo famoso arquiteto. São dois edifícios em forma da letra H com 28 andares que abrigam as atividades administrativas. A visita externa é livre e pode ser feita todos os dias. Já a visita interna é guiada, gratuita e precisa de agendamento pelo site do Congresso Nacional.
  • Palácio do Planalto: foi inaugurado em 1960 para ser a sede do Poder Executivo, local onde trabalha o Presidente da República. O prédio tem ao seu redor um espelho d’água e o acesso é feito por uma rampa. A visitação guiada acontece aos domingos das 9h30 às 14h30 e a entrada é gratuita.
  • Palácio do Itamaraty: é sede do Ministério das Relações Exteriores. Também é rodeado pelo espelho d’água e possui uma bela paisagem ao seu redor. O local conta com uma escultura de mármore nomeada de “Meteoro” que representa os cinco continentes. As visitas precisam ser agendadas pelo site do Itamaraty.
  • Palácio da Justiça: sede do Ministério da Justiça, sua arquitetura é composta por arcos e espelho d’água, além de lajes curvas que formam cascatas artificiais na fachada. Os visitantes podem conferir apenas o lado externo do prédio.
  • Palácio da Alvorada: a residência oficial do Presidente do Brasil é uma das mais importantes obras de Niemeyer construída em alvenaria. A visitação gratuita externa pode ser feita durante todo o dia e a interna apenas às quartas-feiras das 15h às 17h. Por volta das 14h, inicia-se a distribuição de senhas.
  • Palácio Buriti: o projeto de Mauro Jorge Esteves é a sede do Governo do Distrito Federal. Em frente ao prédio, há a estátua da Loba Romana – uma réplica da Loba Capitolina, escultura em bronze mantida nos Museus Capitolinos italianos, que representa a loba das narrativas sobre a fundação de Roma. 
  • Praça dos Três Poderes, Mastro da Bandeira e museu histórico de Brasília: O local abriga as sedes dos Três Poderes (Palácio do Planalto, Congresso e o Supremo Tribunal Federal), além do museu da cidade que preserva os trabalhos relativos à história da construção de Brasília. Há uma praça com esculturas dos Dois Candangos, considerado um símbolo de união, força e equilíbrio para a cidade. A visitação acontece de terça a domingo das 9h às 18h e a entrada é franca.

Para aqueles que desejam aproveitar a oferta cultural da cidade, o Hurb indica a visita a lugares como:

  • Lago Paranoá: um dos cartões postais locais, formado artificialmente através das águas represadas do Rio Paranoá. Ao redor do lago há diversas opções de lazer e praias artificiais, além da possibilidade de fazer um passeio de barco por  cerca de R$45 por pessoa. 
  • Ponte JK: obra do arquiteto Alexandre Chan, a ponte Juscelino Kubitschek tem arquitetura arrojada e é formada por três arcos metálicos que se intercalam por cima das pistas. São mais de 1.200 metros que interligam as saídas do Eixo Monumental à QL-26 do Lago Sul.
  • Estádio Nacional de Brasília – Mané Garrincha: o estádio foi reformado para a Copa do Brasil em 2014 e atualmente possui capacidade para mais de 71 mil pessoas. Diferente de outros estádios, o Mané Garrincha tem mais de 288 colunas de concreto aparentes em sua parte externa e uma cobertura convexa. Ele é o principal componente do Complexo Esportivo Ayrton Senna, que engloba também o Ginásio de Esportes Nilson Nelson e o Autódromo Internacional de Brasília Nelson Piquet. A visitação acontece aos sábados, das 9h às 11h30, e é preciso agendamento prévio.
  • Memorial Juscelino Kubitschek: situado em um dos pontos mais altos de Brasília, o Memorial JK foi construído para abrigar vários objetos pessoais que eram usados pelo presidente, tais como: faixa presidencial, medalhas e outros.
  • Teatro Nacional Cláudio Santoro: mais um projeto de Niemeyer, formado por uma pirâmide irregular. Na fachada, há uma composição plástica de cubos e retângulos do pintor e escultor  Athos Bulcão. Atualmente, está fechado para reforma, mas conhecer a área externa já enche os olhos com a beleza arquitetônica.
  • Parque Olhos D’água: frequentado por esportistas que gostam do contato com a natureza, possui uma grande extensão de área verde e pistas de caminhada que terminam em uma trilha no bosque, além de um pequeno riacho que corta o parque. Aberto todos os dias das 6h às 19h.
Compartilhe

Brasília in Foco