Novo embaixador do Brasil no Líbano vai focar em cooperação

Cooperação em diferentes áreas será uma das prioridades do novo embaixador do Brasil no Líbano, Tarcisio Costa.

 

Anba

São Paulo – O diplomata Tarcisio de Lima Ferreira Fernandes Costa, novo embaixador do Brasil no Líbano, está cumprindo agenda em São Paulo, capital, antes de iniciar a missão no país do Levante. Costa visitou nesta terça-feira (10) a Câmara de Comércio Árabe Brasileira, onde foi recebido pelo presidente da Câmara Árabe, o embaixador Osmar Chohfi, além da diretora de Relações Institucionais, Fernanda Baltazar, e o vice-presidente de Relações Internacionais da Câmara Árabe, Mohamad Orra Mourad. Na foto acima, Costa e Chohfi.

O diplomata deve assumir ainda neste mês o cargo e, em entrevista à ANBA, destacou que uma das prioridades em sua missão será fortalecer as cooperações entre os dois países. Esse será o segundo posto que Tarcisio Costa assume no exterior. De 2019 até o final do ano passado, ele foi cônsul-geral do Brasil em Londres.

O novo embaixador destacou que a relação com o Líbano conta com o trunfo de ser amparada pela expressiva comunidade de imigrantes no Brasil. “Esse aspecto reforça a legitimidade à atuação no Líbano. E não apenas isso, ela reclama também um olhar atento por parte não apenas do Estado brasileiro e do Itamaraty, mas também da sociedade brasileira aos desafios e à agrura que o povo libanês está passando. Sem dúvidas, buscarei contribuir para o reforço da cooperação do Brasil com o Líbano. Tanto a humanitária quanto a técnica”, disse.

A cooperação técnica, para ele, tem papel estruturante e, portanto, efeitos em longo prazo. Nesse ponto, o trabalho se dará em diferentes setores de interesse prioritário para o Líbano e onde o Brasil tenha know-how para partilhar.

Mercado

Na reunião na Câmara Árabe, o embaixador e os diretores da instituição discutiram oportunidades e meios de intensificar o comércio entre as nações. “É importante dizer que o Líbano é um mercado ‘não óbvio’ para o exportador brasileiro, mas isso não quer dizer que não possamos atuar de uma maneira intensa em coordenação com a Câmara de Comércio Árabe Brasileira, a Câmara de Comércio Brasil-Líbano, com as agências do Estado brasileiro, inclusive a ApexBrasil”, pontuou Costa.

Entre as possibilidades de ação está a ampliação da presença de libaneses em feiras como a Apas Show, focada no setor supermercadista, e eventos como o fórum de negócios Global Halal Brazil, que atrai autoridades e empresários do Brasil e do mundo.

Outro ponto abordado pelo embaixador é a cultura em seus diversos âmbitos, incluindo literatura, mostras de cinema e gastronomia. Costa lembrou que o Líbano é o único país árabe onde há um braço do Instituto Guimarães Rosa. O espaço trabalha na promoção cultural e de ensino do português como língua de herança para a comunidade brasileira que vive em Beirute, capital libanesa.

O embaixador concluiu lembrando que o empenho da missão se dará, ainda, nas atividades consulares e de acompanhamento do quadro político local e regional.

Compartilhe

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.