Ministro da Casa Civil e Embaixador saudita traçam cronograma para oportunizar investimentos da Arábia Saudita no Brasil

Rui Costa indicou agendas do Fundo Saudita para o Desenvolvimento (SDF) com os ministérios MT e MPOR; e bilaterais entre o ministro da Indústria saudita com MS, MAPA e MDIC

0 Ministro da Casa Civil, Rui Costa, e o Embaixador saudita no Brasil, Faisal Ghulam, traçaram na segunda-feira (8) um cronograma de agendas bilaterais entre o governo brasileiro e o governo saudita para que os estudos de investimentos do Fundo Saudita para o Desenvolvimento (SDF) se efetivem no Brasil ainda em 2024. A ideia é concretizar as parcerias aproveitando a agenda do G-20 em novembro, quando os chefes de Estado dos dois países estarão juntos no Brasil.

“As relações têm avançado muito rápido, em especial após a visita histórica do presidente Lula ao nosso país. A realização do FII Priority Summit no Rio de Janeiro, a primeira vez sendo promovido na América Latina foi uma oportunidade, onde houve muitos encontros bilaterais e queremos concretizar as parcerias. Vim entregar essa mensagem e aguardo a resposta do governo do Brasil”, disse o embaixador durante a agenda com o ministro Rui Costa.

Coube a Rui Costa indicar os próximos passos para que a convergência avance. “No Rio de Janeiro [durante a realização do FII Priority Summit], apresentamos projetos do Novo PAC e tratamos de projetos específicos, como a ligação bioceânica em curso no nosso país”, afirmou o ministro da Casa Civil ao explicar a participação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) nesse projeto, em específico, e indicar o BNDES como canal para recepcionar os investimentos do Fundo Saudita. “Eu entendo que é uma forma mais ágil, mais rápida e mais segura de o fundo entrar no Brasil, afirmou Costa.

Ao explicar a sugestão, o ministro esclareceu que o BNDES define projetos rentáveis, financia diversas cadeias produtivas e setores da economia e só participa daquilo que considera lucrativo, com potencial de desenvolvimento para o país. Ele assegurou ainda que o presidente Lula determinou absoluta prioridade para a relação do Brasil com a Arábia Saudita.

Conforme o Embaixador, o Ministro da Indústria da Arábia Saudita, Bandar Ibrahim Alkhoraye, estará no Brasil na segunda quinzena de julho e quer avançar nas negociações com o governo do Brasil. Em resposta, o ministro Rui Costa indicou a construção de agendas com os ministérios de Indústria e Comércio, da Saúde e da Agricultura. O ministro salientou ainda a participação “operacional” de ambos os países nessas agendas para o detalhamento técnico dos projetos potenciais.

Idioma árabe
A parceria deve ganhar mais força com a difusão da língua árabe no Brasil. Eles vão realizar o mês da promoção da língua árabe, com apoio do Ministério da Cultura. Nesse contexto, o embaixador Faisal Ghulam também solicitou a contribuição do ministro Rui Costa. Em resposta, o ministro sinalizou: “A minha ideia é que pudéssemos oferecer, mesmo que em plataforma virtual, algo a nível das escolas públicas através do Ministério da Educação. Conhecer o idioma aproxima as relações, nos traz um pouco da cultura, do modo de vida do país”.

Fonte: Casa Civil.

Compartilhe

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.