Grupo de amizade Brasil- OTAN pretende concretizar planos em 2020

O líder do Governo na Câmara, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), reforçou m Bruxelas, por meio de contatos com diplomatas de diversos países, o processo de aproximação do Brasil com a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN). Vitor Hugo é o autor do Projeto de Resolução (PRC) 49/2019, que cria o Grupo Parlamentar de Amizade Brasil-OTAN.O Deputado visitou a Bélgica em Outubro e a intenção é que o grupo se consolide em 2020, com várias ações .

Na sede da OTAN em Bruxelas, o líder do Governo foi recebido pela embaixadora dos Estados Unidos, Kay Bailey Hutchison. A reunião confirmou o elevado interesse de ambos os países, Brasil e EUA, em uma aproximação brasileira com a OTAN, e permitiu antever os passos diplomáticos a serem seguidos nessa direção, no quadro mais amplo de um diálogo parlamentar reforçado entre ambos.

“Falamos sobre os laços históricos entre o Brasil e os Estados Unidos e os valores que compartilhamos ao longo dos anos”, disse Vitor Hugo. “Abordamos também a integração do Brasil com a OTAN e com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Falamos sobre o atual estágio dessas aproximações e sobre quais são as possibilidades que o Parlamento e deputados alinhados com o Governo têm de colaborar com esses processos”, acrescentou o Líder.

Vitor Hugo agradeceu, à embaixadora, pelo status de Aliado Preferencial Extra-OTAN concedido pelo governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ao Brasil, no contexto da aproximação com o governo do presidente Jair Bolsonaro.

A diplomata norte-americana comentou o encontro com Vitor Hugo: “Conversamos sobre oportunidades para laços mais próximos entre o Brasil e a OTAN. Nós observamos que a Aliança da OTAN é baseada em princípios de democracia, liberdade individual e império da lei — valores que o Brasil compartilha.”

Em reunião com o presidente da Comissão Política da Assembleia Parlamentar da OTAN, Steffen Sachs, o deputado Vitor Hugo foi informado do interesse desse grupo de se aproximar do nosso País para conhecer a perspectiva brasileira sobre a paz e a segurança mundiais.

Junto ao Secretariado da OTAN, o líder do Governo assistiu a uma apresentação sobre as diversas modalidades possíveis de parcerias entre o Brasil e a Organização.

Histórico
A OTAN é uma organização criada pela vontade de doze países que assinaram o Tratado do Atlântico Norte, ou Tratado de Washington, em 1949, quando o trauma então recente de duas guerras mundiais dava a tônica de um contexto internacional em que os países buscavam a paz e a segurança globais.

A defesa coletiva é peça-chave no instrumento constitutivo da OTAN, ao instituir que os Aliados, ou países-membros, protejam uns aos outros, sob a égide de um espírito de solidariedade dentro da organização. Nesse sentido, a OTAN promove a coordenação e a cooperação em assuntos relacionados com a defesa e a segurança, com vistas a desenvolver a confiança entre os seus membros e, a longo prazo, dificultar o surgimento de eventuais conflitos.

Parlamento Europeu
Em Bruxelas, o líder do Governo teve ainda encontros de trabalho com dois deputados do Parlamento Europeu: José Manuel Fernandes, de Portugal, e Carlo Fidanza, da Itália. O eurodeputado português é presidente da Delegação do Parlamento Europeu para o Brasil.

Acompanhado do embaixador do Brasil junto à União Europeia, Marcos Galvão, Vitor Hugo ressaltou a importância das relações entre o Congresso Nacional e o Parlamento Europeu, especialmente diante do processo de ratificação do Acordo de Associação Mercosul-União Europeia (UE).

“E destaquei a importância do contato parlamentar para desmistificar questões internas do Brasil, como a situação na Amazônia”, informou Vitor Hugo.

O eurodeputado José Manuel Fernandes colocou-se à disposição para elaborar projetos concretos de cooperação entre a União Europeia e o Brasil. Ele mencionou áreas como meio ambiente, florestas e oceanos, mas disse estar aberto a tratar de outras áreas de interesse mútuo.

O deputado Fidanza destacou ser um grande amigo do Brasil e agradeceu ao País pela colaboração na extradição de Cesare Battisti, condenado por terrorismo na Itália.

Vitor Hugo contou sobre a sua atuação como líder do Governo na Câmara e apresentou as reformas em curso no Brasil.

Agricultura
O deputado também teve reuniões com o embaixador Marcos Abbott Galvão, chefe da representação diplomática brasileira junto ao Parlamento Europeu, e com o presidente mundial do Codex Alimentarius, Guilherme Costa. Criado em 1963 pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o Codex é responsável por definir padrões internacionais para a produção, controle, verificação e comercialização de alimentos.

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.