Embaixada da Itália em missão a Belo Horizonte

A dra. Patrizia Magnasco, diretora do Departamento Escolar da Embaixada da Itália em Brasília, nos dias 21 e 22 de maio, realizará  uma missão em Belo Horizonte.

A diretora Magnasco chegou na Embaixada em março deste ano e, desde então, não apenas cuida e desenvolve as relações com as instituições escolares e acadêmicas brasileiras, mas também com os entes gestores e as várias associações operantes no Brasil, para favorecer a atuação de específicos programas de promoção e difusão da língua italiana.

 Sua chegada e a instituição do Departamento Escolar na Embaixada constituem um reforço para o contingente escolar operante no Brasil, que hoje conta com dois Diretores Escolares (a dra. Magnasco e o dr. Augusto Bellon, chefe do Departamento Escolar do Consulado Geral de São Paulo), cinco leitores e um docente em serviço na escola secundária “Fundação Torino” de Belo Horizonte.

Este reforço certamente permitirá uma resposta mais precisa e articulada à demanda de italiano no Brasil, que continua crescendo cada vez mais, e a um aumento quantitativo e qualitativo das atividades realizadas pela rede diplomático-consular aqui operante para promover a língua e a cultura italiana. Em ocasião da sua missão, acompanhada pela Cônsul de Belo Horizonte Aurora Russi e pela Chefe do Departamento Cultural da Embaixada Alessandra Crimi, a dra. Magnasco encontrará a nova Reitora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Sandra Goulart Almeida, e a leitora de italiano, Profa. Rosalba Principato, para discutir e idear novos projetos e colaborações para a difusão da cultura e língua italiana. A UFMG é uma das 14 Universidades brasileiras que aderem ao programa “Italiano sem Fronteiras”.

A Diretora Magnasco visitará também a Fundação Torino, onde será acolhida pelo Presidente Mario Graziano Borio, pela Diretora Márcia Lucia Andrade dos Anjos Navese e pelo Reitor e Coordenador Didático italiano Prof. Umberto Casarotti. Na mesma ocasião, encontrará alguns estudantes da educação infantil, do ensino fundamental e médio. A Fundação Torino, que hoje representa um dos exemplos de maior sucesso da escola italiana no exterior, nasce em 1976 como escola para os filhos dos executivos FIAT. Na década de 1990, alcança altíssimos padrões de qualidade que lhe permitiram obter e manter até hoje a paridade com as escolas italianas. Atualmente, representa uma das mais importantes realidades educacionais de Belo Horizonte e a maior escola italiana da America Latina, com cerca de 1400 estudantes, desde a educação infantil até o ensino médio, confirmando-se como um recurso valioso para a promoção da língua e cultura italiana.

A dra. Magnasco e a dra. Crimi visitarão também a Casa Fiat de Cultura, instituto gerenciado pelo Grupo Fiat, considerado um dos espaços de discussão e exposição das artes entre os mais importantes do Brasil, o qual se destaca pelo alto valor histórico, artístico e didático de sua programação.

Como conclusão da missão, está previsto também o encontro com alguns representantes da Associação de Cultura Ítalo brasileira de Minas Gerais (ACIBRA).

Em um País como o Brasil, trabalhar em sinergia è indispensável para promover o setor cultural (um dos pilares fundamentais da cooperação ítalo-brasileira). Portanto, esta visita constituirá uma ocasião fértil para compartilhar experiências, boas práticas, dificuldades e propostas práticas, e representará um ponto de partida para a elaboração das próximas ações de coordenação, em prol do ensino da língua e da promoção da cultura italiana.

https://ambbrasilia.esteri.it/ambasciata_brasilia/pt/ambasciata/news/dall-ambasciata/2018/05/la-dirigente-scolastica-magnasco.html

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.