Turismo da Suíça anuncia novidades para a temporada de Inverno 2023/2024

País europeu tem um dos destinos de inverno mais sofisticados do mundo

O Turismo da Suíça estreia sua nova campanha internacional para a temporada de inverno 2023/2024 com o intuito de aproximar a geração jovem. Para isso, nada melhor do que contar com um embaixador à altura: o melhor esquiador alpino do mundo da atualidade, Marco Odermatt, que em vídeos divertidos mostra como aproveitar, da melhor forma, o inverno na Suíça.

Com atrações variadas, os visitantes também são convidados a passar suas férias de inverno de forma sustentável, de transporte público e trem. A Suíça possui uma das redes ferroviárias mais robustas e ecológicas do mundo – quase 90% das linhas já funcionam com energia hidroelétrica, e o objetivo é chegar a 100% até 2025.

À medida que os invernos ficam mais curtos devido às mudanças climáticas, as gerações futuras podem estar ausentes das pistas e da neve. Em resposta, o Turismo da Suíça mostra o país como um destino divertido, especialmente àqueles interessados em férias que causam menos impacto ambiental.

Martin Nydegger, CEO do Turismo da Suíça, está especialmente satisfeito com esses produtos para férias de inverno sustentáveis: “Quanto mais oportunidades houver para as novas gerações experimentarem o inverno suíço – e quanto mais atraentes e sustentáveis forem essas ofertas, mais promissoras são para o nosso turismo”.

Estrela do esqui Marco Odermatt como “Treinador de Inverno”

De olho na tendência “How To” – um dos comandos de pesquisa mais usados na internet, especialmente pelas gerações mais jovens que recorrem ao YouTube, Google e outras plataformas para obter dicas, o Turismo da Suíça tendo a estratégia de alcançar comunidades jovens e suas formas de comunicação e interesses, desenvolveu tutoriais exclusivos intitulados “How to Winter” com o campeão suíço Marco Odermatt que apresenta dicas exclusivas em atividades de inverno no destino. O conteúdo pode ser acessado via YouTube, TikTok e Instagram.

Os vídeos oferecem também inúmeras dicas para viagens sustentáveis de trem, diversão no esqui, après-ski ou relaxamento, proporcionando muita inspiração para transformar todos os visitantes em profissionais de férias de inverno. Além disso, a plataforma disponibiliza informações adicionais para personalizar as férias de inverno. Para os mais aventureiros, por exemplo, opções descoladas de hotéis feitos inteiramente de gelo e neve no melhor estilo iglu, dentre eles, o Gstaad Igloo Village.

André Hefti, Diretor de Marketing do Turismo da Suíça, anuncia com orgulho: “Como embaixador de “How to Winter”, nada menos que Marco Odermatt, o melhor esquiador alpino do mundo da atualidade e simplesmente o melhor especialista do nosso inverno.”

O agora embaixador Marco Odermatt acrescenta com entusiasmo: “O inverno suíço é minha casa; e até mesmo minha profissão hoje. Nossos destinos de esportes de inverno na Suíça oferecem tanto como quase nenhuma outra região de esqui. Estou ansioso para colaborar com o Turismo da Suíça (ST) e mostrar ao mundo como celebramos o inverno, além de compartilhar minhas dicas exclusivas”.

Outro grande destaque do destino, as celebradas estações de esqui se preparam para mais uma temporada memorável.

St Moritz

Um dos destinos de inverno mais exclusivos e sofisticados do mundo, St Moritz celebra o mais famoso evento de inverno da região: a 39º. Copa do Mundo de Polo na Neve. O glamoroso evento de inverno acontece no icônico lago congelado de St. Moritz, entre os dias 26 e 28 de janeiro de 2024, e irá reunir jogadores de elite que nesta edição contará com a participação especial de “Pelon” Stirling, que deixou uma marca significativa na última década no pólo, além do inglês Max Charlton, que para muitos é o melhor jogador na neve, dentre outros esportistas que, sem dúvida, proporcionarão um espetáculo no gelo num cenário excepcionalmente deslumbrante. Como sempre, o evento tem entrada gratuita.

Os ingressos VIP e Chukker Club para todos os dias ainda estão disponíveis no site do evento por ordem de chegada. A famosa vila se torna ainda mais encantadora durante todo o fim de semana do evento com inúmeras atrações gastronômicas, incluindo a tradicional Snow Polo bratwurst do Crystal Hotel, as criações de dim sum de Madame Sum, as especialidades argentinas de churrasco do Azado, as iguarias locais do Alpen Food, além do ‘Food Pop-up on the Ice’ dos restauradores R.C. Conceitos.

Outros eventos imperdíveis durante a temporada de inverno na glamourosa St Moritz são:

O famoso St Moritz Gourmet Festival celebra, em 2024, seu 30º aniversário com a edição “30 Years of Culinary Excellence in the Engadine – A Fireworks of Stars”. O festival acontece de 29 de Janeiro a 03 de Fevereiro, e tem encantado gourmets do mundo todo e promete ser particularmente mais espetacular nessa temporada. Por ocasião dos 30 anos, 30 estrelas da gastronomia internacional de destaque irão apresentar as suas habilidades na vila de Engadina.

Desde 1907, o “White Turf – International Horse Races” na neve tem atraído mais de 30.000 pessoas que viajam para as montanhas de Engadina todo o inverno para desfrutar da atmosfera emocionante das corridas de cavalos no congelado Lago St. Moritz. Ao longo de três domingos de fevereiro – nos dias 04, 11 e 18, jóqueis profissionais internacionais correm com seus cavalos vigorosos a uma velocidade incrível pela neve, fazendo o ar vibrar de excitação.

Quando a temporada atinge o seu auge, o período do inverno transforma o Lago St. Moritz no cenário branco e cintilante das mais incríveis etapas do automobilismo. Um fenômeno que dura apenas um período limitado: é nesta janela de tempo fugaz, nos dias 23 e 24 de fevereiro, que o concurso sobre rodas mais elegante e mais cool do mundo ganha vida. The I.C.E, desafia os rigores do inverno com todo o calor dos apaixonados por carros clássicos, raros e icônicos.

Após a sua estreia de sucesso na temporada passada, O Sunice Festival está de volta. Durante quatro dias, entre 04 e 07 de abril, os amantes do EDM e do techno dançarão durante todo o inverno e celebrarão a vida em um mundo único de experiências ao som de mais de 70 DJs em um total de cinco palcos na área de esqui de Corviglia.

Zermatt

Zermatt é um conto de fadas no inverno. Considerado um dos destinos de inverno na neve mais charmosos do planeta, está situado aos pés da icônica montanha Matterhorn, próxima da fronteira com a Itália.

A grande novidade desta temporada de inverno 23/24 é o lançamento da Mattherhorn Alpine Crossing – a mais alta travessia contínua dos Alpes por teleférico está concluída. O projeto excepcional, há muito aguardado, finalmente se torna realidade: a conexão entre Zermatt e o resort italiano de inverno de Cervinia será operacionalizado durante todo o ano. O moderno teleférico liga a estação de montanha Mattherhorn Galcier Paradise à estação de Test Grigia, na Itália. Após a abertura do Matterhorn Glacier Ride I no outono de 2019, a conclusão do Matterhorn Glacier Ride II tem os dois resorts unidos por um vínculo contínuo, a realização de um sonho nascido há 80 anos.

Crans Montana

O refúgio ideal para quem deseja combinar esportes de inverno com gastronomia, bem-estar e muita sofisticação, Crans Montana está localizado no distrito de Sierre, no cantão de Valais, a uma altitude que varia de 1.500 a 3.000 metros.

Crans-Montana é o ponto de partida ideal para um belo tour gourmet que inclui restaurantes que variam de cabanas pitorescas nas montanhas com menu local saboroso a estabelecimentos com estrelas Michelin como os renomados Franck Reynaud’s l’Ours e LeMontBlanc do LeCrans Hôtel & Spa.

Para os entusiastas do agito noturno, o Caprices Festival, mundialmente reconhecido por seu exclusivo palco em vidro, situado no topo dos Alpes Suíços, na pitoresca estação de esqui de Crans-Montana, acontece entre 29 de Março e 07 de Abril. Desde o momento da entrada no elevador até a subida da montanha, os convidados são envolvidos pela emoção. A estrutura autônoma em forma de estufa fica a 2.200 m acima do nível do mar, oferecendo aos hóspedes vistas panorâmicas dos céus cristalinos e das montanhas cobertas de neve, enquanto se divertem no ar fresco das montanhas dos Alpes suíços. Acesse aqui para o line-up e informações.

Gstaad

Mundialmente conhecida pela elite cultural do mundo, o vilarejo pitoresco de Gstaad oferece experiências gastronômicas cheias de charme, além de opções para quem quer aprender a esquiar.

O food truck sustentável “Offcut” estará de volta neste inverno e é uma ótima dica para quem aprecia experiências gastronômicas diferenciadas. A partir de pratos remanescentes do “The Alpina Kitchen”, surgem criações autênticas como tempura de peixe, empanadas e pão de frutas. O local escolhido para o projeto Offcut Foodtruck é o “Vordere Eggli” que possui vista de sonho sobre Gstaad e Saanenland. O anfitrião, Toni Bucholz, faz parte do time de cozinha do Alpina há oito anos e é um apaixonado pelo conceito de food truck. Para chegar lá, o acesso se faz pela ultramoderna gôndola da Porsche Design até Eggli, depois por teleférico ou uma caminhada de 30 minutos por belas paisagens na neve, em passeio imperdível!

Se a ideia é apreciar uma deliciosa fondue em uma paisagem de tirar o fôlego, Fondueland Gstaad é o local perfeito para uma degustação em grande estilo – seis cabanas em formato de panelas incrivelmente grandes de fondue cercadas por vistas panorâmicas incomparáveis, acomodam até oito pessoas e garantem uma experiência inusitada ao ar livre.

Para os amantes de esqui, mas sem muita experiência, o destino anuncia a abertura de cinco parques especializados de aprendizagem, que foram totalmente renovados – tanto para crianças como adultos, perfeitos para diversão em família.

Mais informações:
https://www.myswitzerland.com/pt

Compartilhe

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.