Sauditas provam cafés de 15 fazendas do Brasil

A Embaixada do Brasil em Riad, na Arábia Saudita, promoveu uma prova profissional de cafés com amostras de 15 fazendas brasileiras. As propriedades ficam em diferentes regiões produtoras, como Sul de Minas, Mantiqueira de Minas, Alta Mogiana e Cerrado Mineiro. Os grãos foram enviados pelas instituições parceiras Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA, da sigla em inglês) e o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

Cupping: prova profissional de cafés levou bebida brasileira a sauditas

O evento contou com a presença de representantes de 17 marcas que atuam no setor de cafés no Reino, entre torrefadores, importadores e distribuidores.  “Durante o networking, foram trocadas informações sobre os cafés, a produção no Brasil e essa adidância se colocou à disposição dos participantes para auxiliar no contato com as empresas brasileiras”, afirmou à ANBA o adido agrícola do Brasil em Riad, Marcel Moreira Pinto.

Além de participar da degustação, os sauditas também receberam caixas com as amostras de café verde. O kit contou com informações sobre o produto e dados dos exportadores.

Além do próprio adido, estiveram presentes no evento a equipe Artist Hub Roastery, uma das maiores torrefações do país árabe, e a barista saudita premiada Sara Alali. Finalista do Campeonato Mundial do Preparo Turco de Café em 2017, ela também é dona de uma cafeteria em Riad, a That Coffee Shop.Supplied

A barista saudita e o adido brasileiro durante o evento

Tanto a Artist Hub quanto Alali colaboraram para organizar a degustação dos grãos brasileiros durante a Exposição Internacional do Chocolate e Café em Riad. “Eu realmente gostei do evento de cupping e de apresentar os cafés brasileiros e espalhar a conscientização sobre os esforços de produtores para investir na qualidade do café, além de falar sobre os diferentes desafios que eles enfrentaram no Brasil nos últimos 12 meses, e ainda hoje”, acrescentou Alali em entrevista à ANBA.

Os cafeicultores brasileiros enfrentaram longos períodos de seca durante a safra deste ano. Também foram registradas geadas fortes, que atingiram importantes regiões produtoras, como o Sul de Minas, o que deve impactar, inclusive, a produção nos próximos ciclos.

Fonte: ANBA

Compartilhe

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.