Khojaly Day reúne autoridades em Brasília

A recepção contou com a participação do Embaixador do Azerbaijão no Brasil, Rashad Novruz e embaixadores de 7 países prestigiaram o encontro, que também contou com a presença de 3 deputados federais: Cláudio Cajado, Dr. José Augusto Pupio e Ivoneide Caetano. 

Ex-Governador Pacco Brito e demais convidados | Foto: Eliane Loin

Além disso, estiveram presentes o secretário de relações institucionais da Bahia, presidente da EBC, Helio Doyle, vice-ministro da pesca Carlos Mello, procuradora federal Ana Sallet, assessora da liderança do PT no Senado, Amanda Miguel, o secretário de relações internacionais do DF, Pacco Brito e Major Hugo, relações internacionais do Corpo de Bombeiros.

Foram servidas, pela primeira vez em Brasília, comidas azerbaijanesas, em um  ambiente acolhedor e agradável para a discussão do tema.

Comidas típicas do Azerbaijão | Foto: Eliane Loin

Durante a noite, os convidados tiveram a oportunidade de aprender mais sobre a história e as implicações do massacre de Khojaly, bem como de discutir o papel da comunidade internacional na resolução do conflito de Nagorno-Karabakh.

Fabiana Ceyhan é uma jornalista especializada em assuntos internacionais e destacou a importância de trazer à tona eventos como o massacre de Khojaly, para que não sejam esquecidos e para que se possa aprender com eles. 

O especialista em relações internacionais, João Zimmer Xavier, também abordou a importância de se reconhecer e lembrar eventos como este, para promover a reconciliação e a paz. “Acredito que a reconciliação é possível quando reconhecemos a verdade e trabalhamos juntos para criar um futuro melhor”, afirmou ele.

Especialista em Relações Internacionais João Zimmer Xavier | Foto: Eliane Loin

O Embaixador Rashad Novruz, por sua vez, falou sobre os esforços do Azerbaijão para promover a paz e a resolução do conflito de Nagorno-Karabakh. Foi abordada a importância da cooperação e do diálogo entre as partes envolvidas, para encontrar uma solução pacífica e duradoura.

O massacre de Khojaly foi um evento trágico, ocorrido durante o conflito de Nagorno-Karabakh, no qual 613 civis azerbaijanos foram mortos por forças armênias em uma operação militar na cidade de Khojaly, em fevereiro de 1992. Este evento é considerado um dos episódios mais sangrentos da guerra e tem sido objeto de debate político e luta por reconhecimento.

Embaixador Rashad Novruz e o Deputado Claudio Cajado | Foto: Eliane Loin

O deputado Claudio Cajado e  outros convidados manifestaram seu apoio ao Azerbaijão e foi visto que o apoio e respeito ao Azerbaijão têm aumentado significativamente perante a sociedade brasileira.

Galeria de Fotos

Compartilhe

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.