Georgia comemora 25 anos de relações diplomáticas com o Brasil e celebra a Data Nacional em Brasília

 

 

 

A Geórgia é um país do leste europeu com cerca de 4.5 milhões de habitantes e economia baseada na produção primária e no turismo. A relação diplomática com o Brasil começou há 25 anos. O país importa fertilizantes brasileiros e é forte produtor de vinhos.

O País  está  está localizado  na área limítrofe entre Europa e Ásia denominada Eurásia, e divide suas fronteiras com o Mar Negro a oeste, Federação Russa ao norte, o Azerbaijão a leste e sul e Armênia e Turquia ao sul. A língua oficial é o georgiano, apesar da língua russa ter uma grande importância, especialmente na capital do país. O Alfabeto Georgiano é muito diferente e  foi considerado pela UNESCO, patrimônio mundial

história:

A história conhecida da Geórgia remonta há mais de 2.500 anos. No início do século IV, a Geórgia tornou-se a segunda nação no mundo a adotar oficialmente o cristianismo. Desde o século I a.C. ao longo do século XVIII, grande parte do território da Geórgia foi disputado por persas, romanos, bizantinos, árabes, mongóis e turcos. Seu auge como um reino independente é nos séculos XI e XII, durante os reinados de David o Construtor e da Rainha Tamar, que figuram entre o mais célebres governantes georgianos.

Recepção no Royal Golden Tulip:

Ontem, 29 de maio foi comemorada em Brasília a data nacional do país que marcou os 100 anos da  fundação da primeira república democrática da Georgia. Em seu discurso o Embaixador David Solomonia enfatizou a importância das relações bilaterais com o Brasil , os 25 anos da amizade diplomática entre os países e falou também sobre a paz, segundo ele, seu país está empenhado em colaborar nas  questões pacíficas  entre os povos.

Na recepção, entre os convidados, estavam o senador Jorge Viana( Comissão de Relações Exteriores do Senado), Jornalistas, Embaixadores de vários países, entre eles , Israel, Armênia, Irã,Eslovênia, Iraque , Benim, Botsuana, Zimbabwe, Angola, Cazaquistão,Belarus, Tunísia, Egito, Líbano, Bolívia, República Dominicana, India, Jamaica e Diplomatas de vários países  como Azerbaijão, Turquia, Argentina, barbados, Polônia , Bélgica,Ucrânia, Senegal , entre outros representantes da sociedade civil .

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.