Embaixadores de vários países assistem diplomação de Lula no TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fez a cerimônia de diplomação do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, e do vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin.

Embaixadores de vários países como Belarus, Irã, Marrocos, Jordânia, Ucrânia, Suiça, Uruguai, México, Tunísia, Togo, representantes da Índia, Bangladesh, Georgia, China, República Dominicana, União Europeia ,entre outros, assistiram a cerimônia realizada no TSE, como acontece todos os anos, dias antes da posse, em primeiro de janeiro. Os Embaixadores do Bahrein e dos Emirados Árabes, que sempre se posicionaram de forma firme ao lado de Bolsonaro, não estiveram presentes.

O evento começou às 14h25 e foi realizado no plenário do TSE, em Brasília. Cerca de 400 convidados estavam presentes, entre eles, parlamentares, ministros de tribunais superiores e representantes de missões diplomáticas.

Representantantes de missões diplomáticas no TSE

Os ex-presidentes José Sarney e Dilma Rousseff também participaram da cerimônia e assistiram bem na fileira da frente a recepcão.

Embaixador de Belarus Sergey Lukasevich com Indígenas presentes no TSE

Do lado de fora um forte esquema de segurança foi montado para proteger a sede da Corte.

Assista a diplomação na íntegra:


A cerimônia começou com a execução do Hino Nacional pela banda dos Dragões da Independência, do Batalhão da Guarda Presidencial.

O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, discursa durante a cerimônia de diplomação no TSE

Em seguida, o presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, entregou os diplomas para Lula e Alckmin. Após receber o documento das mãos de Moraes, o presidente eleito discursou.

A diplomação é uma cerimônia organizada pela Justiça Eleitoral para formalizar a escolha dos eleitos nas eleições e marca do fim do processo eleitoral. Com o diploma eleitoral em mãos, os eleitos podem tomar posse no dia 1° de janeiro de 2023.

O TSE é responsável pela diplomação dos candidatos à Presidência da República. Os deputados, senadores e governadores são diplomados pelos tribunais regionais eleitorais (TREs) até 19 de dezembro.

Com informacões da Agência Brasil

Compartilhe

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.