Embaixador Zhu Qingqiao participa de celebração dos 30 anos da Cooperação Parlamentar Brasil-China

O embaixador da China no Brasil, Zhu Qingqiao, participou nessa terça-feira (20), da celebração do “Jubileu de Pérola da Cooperação Brasil-China (1993-2023)”.

O encontro realizado no Salão Nobre da Câmara dos Deputados reuniu parlamentares, diplomatas, representantes da comunidade chinesa e imprensa, numa demonstração da força da integração sino-brasileira.

Durante a cerimônia foi reinstalado o Grupo Parlamentar Brasil-China da Câmara dos Deputados, presidido pelo deputado Fausto Pinato (PP/SP). Na ocsião, foram assinadas cartas das Frentes da Zhejiang University International Business School (ZIBS) com as Frentes Parlamentares e Grupos de Amizade do Congresso, que contemplam as áreas de cooperação educacional, institucional, legal e empresarial.

Em seu discurso, Zhu Qingqiao lembrou que estava sendo celebrado os 30 anos desde que o primeiro grupo de amizade parlamentar entre Brasil e China foi estabelecido.

Disse ainda que “o evento mostra a aspiração comum da sociedade brasileira para o aprofundamento da relação bilateral”. O diplomata acredita que a aproximação do Congresso com a ZIBS é “um marco nos desenvolvimento legislativo e acadêmico”.

O Jubileu de Pérola foi realizado pelas Frentes Parlamentares Brasil/China e BRICS do Congresso Nacional; pelo Grupo Parlamentar Brasil/China da Câmara dos Deputados; pelo Grupo Parlamentar Brasil-China do Senado Federal; pelo Grupo Parlamentar de Relacionamento com o BRICS, do Senado Federal, presidido pelo senador Irajá; e pela Frente Parlamentar Mista do Comércio Internacional e do Investimento – FrenCOMEX, com apoio institucional do Instituto Sociocultural Brasil-China (Ibrachina).

Compartilhe

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.