China pede aos EUA que parem trocas oficiais com Taiwan

Pequim, (Xinhua) — O porta-voz do Ministério da Defesa Nacional da China, Tan Kefei, exigiu que os Estados Unidos parem imediatamente qualquer forma de troca oficial e laço militar com Taiwan.

Ele fez as observações em resposta ao chamado “diálogo político e militar” realizado entre os Estados Unidos e as autoridades de Taiwan através de videoconferência nesta semana

A China condena veementemente o ato dos EUA que viola gravemente o princípio de Uma Só China e os três comunicados conjuntos China-EUA, disse Tan, acrescentando que o lado chinês apresentou representações severas ao lado norte-americano.

A questão de Taiwan é assunto interno da China, que tem a ver com a soberania e a integridade territorial do país, envolve os interesses essenciais nacionais e não permite interferência estrangeira, salientou Tan. “Pedimos aos Estados Unidos que parem imediatamente qualquer forma de intercâmbio oficial e laço militar com Taiwan”.

Tan alertou que o Exército de Libertação Popular (ELP) da China, com sua firme determinação e forte capacidade, impedirá qualquer forma de interferência de forças externas e tentativas das forças secessionistas da “independência de Taiwan”.

O ELP defenderá firmemente a soberania nacional e a integridade territorial, e salvaguardará a paz e a estabilidade através do Estreito de Taiwan, acrescentou.

Matéria dA Xinhua português

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.