Astana sediará a XXXII sessão da Assembleia do Povo do Cazaquistão

De 26 a 27 de abril de 2023, a XXXII sessão da Assembleia do Povo do Cazaquistão (APC) será realizada em Astana, no Palácio da Paz e Reconciliação, com a agenda “Um Cazaquistão Justo: Unidade, Estabilidade, Desenvolvimento”.
Espera-se que o evento conte com a presença do Presidente do Cazaquistão Kassym-Jomart Tokayev, a liderança da Administração Presidencial, membros do Governo, representantes do APC, corpo diplomático estrangeiro, partidos políticos, intelectualidade científica e criativa, organizações não-governamentais, associações religiosas, meios de comunicação, etc.
No total, pelo menos 1,3 mil pessoas participarão do evento.
Em geral, as questões da unidade da nação no contexto de objetivos comuns serão discutidas na próxima sessão, ou seja, construir um Cazaquistão Justo, dar impulso político e social às transformações sistêmicas, promover a essência da política nacional em um novo estágio da construção do estado, revelando a contribuição de vários grupos étnicos, bem como seu papel na sociedade cazaque moderna.
O APC dá uma contribuição prática para a manutenção da paz e da harmonia interétnica no Cazaquistão, um país que não só é famoso por isso, mas também é um exemplo para o mundo inteiro.
Informações gerais: A Assembleia do Povo do Cazaquistão foi criada em 1º de março de 1995. É composto por 583 pessoas.
O órgão supremo da Assembleia é a sessão, que se realiza anualmente sob a presidência do Presidente do país, que é o Presidente do APC.
Entre sessões, trabalha o Conselho da Assembleia, que integra representantes de associações etnoculturais republicanas, figuras públicas, deputados do Parlamento, ministros, governadores de regiões.
As atividades do APC são baseadas na Constituição da República do Cazaquistão, na Lei da República do Cazaquistão “Sobre a Assembleia do Povo do Cazaquistão” (2008), bem como no Conceito de Desenvolvimento do APC para 2022-2026 , aprovado por Decreto do Presidente.

Compartilhe

Brasília in Foco