Subsecretário de Relações Exteriores Manlio di Stefano visita Brasília e exposição de Portinari

A Embaixada da Itália no Brasil, sediou no dia 14 de março, a exposição sobre a vida e obra de Candido Portinari, denominada “Portinari Ilustrador”. Portinari foi um importante ítalo-brasileiro que tem suas obras em grande paineis de destaque na sede da ONU( organização das Nações Unidas )em Nova York e foi um grande artista que deixou um legado de alto valor artístico e importante tanto para o Brasil quanto para a Itália, por ter sido um cidadão dos dois países e de origem italiana.

O Embaixador Francesco Azarello proferiu o discurso de abertura do evento, onde ressaltou a importância do trabalho de Portinari e convidou em seguida, o filho do artista , João Candido, que apresentou detalhes e fatos desconhecidos da vida do pai para a plateia presente na sala Nervi em uma apresentação que durou 50 minutos, incluindo informações relevantes e videos.

Vale ressaltar que o Embaixador Francesco Azarello tem feito um trabalho incessante para estreitar ainda mais os laços comerciais e culturais entre a Itália e o Brasil.

Manlio di Stefano- importante político italiano que participou do evento e sua visita ao Brasil.

A Agenda do Subsecretário foi cheia de reuniões com autoridades brasileiras, incluindo o chanceler Carlos Alberto Franco França, visitas à Embaixada da Itália em Brasília, também durante a exposição e ao Consulado Geral em São Paulo. O subsecretário se reuniu também com representantes da comunidade italiana e das organizações italianas e brasileiras que trabalham juntas para enfrentar os desafios ambientais e sociais, os representantes das empresas italianas e investidores brasileiros nos setores agroalimentar e mecânico ROMA –

“Itália e Brasil estão distantes, mas unidos por um vínculo especial. O Brasil é o país com a maior comunidade italiana do mundo fora da Itália, devido à emigração de nossos compatriotas entre o final do século XIX e início do século XX. Brasil e Itália são parceiros estratégicos, compartilham raízes históricas e sociais comuns e sólidas relações econômicas, com um intercâmbio comercial em rápido crescimento. A cooperação entre a Itália e o Brasil é de fundamental importância para abordar grandes questões globais, em particular, as mudanças climáticas e a transição ecológica”. Afirmou Manlio

A visita oficial ao Brasil teve início em de 14 de março e termina hoje, 17 .

“O Brasil, o maior país da América do Sul, é o quinto do mundo em tamanho, o sexto em população e abriga uma extraordinária variedade de culturas, climas e biomas”, observa o subsecretário, lembrando que “após a ruptura da pandemia de Covid-19,pretendemos trabalhar ainda mais para estreitar as relações bilaterais entre os nossos países e os principais instrumentos de cooperação definidos pela nossa parceria”. Informou Manlio em suas redes sociais.

Compartilhe
Fabiana Ceyhan

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.