Polônia celebra a data nacional com um grande evento na capital federal

A cada mês de maio os poloneses celebram o aniversário de sua primeira Constituição, declarada em 3 de maio de 1791 (é a Constituição mais antiga do continente Europeu e a segunda mais antiga do mundo, após a americana). Na Polônia, diversas paradas, festas e cerimônias são realizadas, sendo esse o feriado nacional mais importante para os poloneses.
 
A Polônia é um país localizado na Europa Central, fazendo fronteira com Alemanha, República Tcheca, Eslováquia, Ucrânia, Belarus, Lituânia e Rússia. É país membro da União Europeia e da OTAN, além de fazer parte de inúmeros organismos internacionais. É um país de história e cultura riquíssimas, tendo sobrevivido às partilhas de seu território (fim do século XVIII) e às duas Guerras Mundiais. O país se modernizou e se desenvolveu sem deixar a sua história de lado (isso pode ser visto em sua arquitetura, por exemplo: Varsóvia, sua capital, é uma cidade onde há uma perfeita fusão entre o clássico e o moderno).
 
Em Brasília, a Embaixada da República da Polônia organizou uma linda recepção para amigos e convidados em celebração ao Dia da Constituição de 3 de maio servindo pratos e bebidas típicas do país, além de um belo show da banda polonesa Friendly Jazz, que veio diretamente de Cracóvia para a ocasião. A Encarregada de negócios ad interim da Polônia no Brasil, Sra. Marta Olkowska destacou em seu discurso a importância da data para a Polônia e também o fortalecimento da cooperação entre o país e o Brasil. No mês de maio, o Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Sr. Ernesto Araújo fará uma visita a Varsóvia no âmbito de sua viagem oficial à Europa.
Texto: Murilo Missaci

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.