Movimentação de passageiros no Brasil supera os 100 milhões pela primeira vez desde 2019

Dados da ANAC estão disponíveis na mais recente atualização do relatório

A movimentação de passageiros na aviação civil brasileira superou, pela primeira vez em quatro anos, a marca de 100 milhões. Entre janeiro e novembro de 2023, foram 83,5 milhões de passageiros domésticos e 19,1 milhões de passageiros internacionais, totalizando 102,6 milhões de passageiros transportados. Os dados estão disponíveis na nova atualização do relatório de demanda e oferta da ANAC, que traz os números do mês de novembro para o setor.

Segundo o documento, antes mesmo da conclusão do ano de 2023, a aviação brasileira já superou a movimentação total (janeiro a dezembro) registrada em 2022. O crescimento é de 5,1% em relação ao fluxo total do ano de 2022, que fechou em 97,6 milhões de passageiros.

Apenas em novembro de 2023, foram computados 7,6 milhões de passageiros no mercado doméstico, um acréscimo de 2,7% em relação a 2022 e 93,7% da movimentação registrada em novembro de 2019, antes da pandemia. A demanda por voos, medida por passageiros-quilômetros pagos transportados (RPK), teve um aumento de 2,3% em relação ao mesmo mês em 2022.

Comparação com 2019

No informativo, a ANAC explica que os resultados do mercado do transporte aéreo brasileiro estão comparados com o ano de 2019, ano pré-pandemia, para retratar a realidade do transporte aéreo antes das restrições de mobilidade da população. Esse monitoramento continuará a ser apresentado nessa base de comparação até o final deste ano.

As informações são do Ministério do Turismo.

Compartilhe
Fabiana Ceyhan

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.