Entrevista com o embaixador do Paraguai no Brasil -Turismo, relações comerciais e data nacional.

Entrevista concedida a jornalista Fabiana Ceyhan

Embaixador Juan Àngel Delgadillo

  1. Fale-nos um pouco sobre as relações bilaterais entre o Brasil e o Paraguai?

A relação entre Paraguai e Brasil é estratégica, países que mantém excelentes relações bilaterais, hoje enquadradas por visões compartilhadas, ao mais alto nível, nas esferas política e econômica.

A aproximação com o setor político e empresarial brasileiro continua sendo fundamental para definir os projetos conjuntos, para promover novos temas da agenda bilateral. Um grande trabalho está sendo desenvolvido na promoção comercial, com destaque nas vantagens comparativas que o Paraguai oferece no campo dos investimentos, principalmente em relação à carga tributária e aos custos de produção.

O intercâmbio comercial e a integração das cadeias produtivas encontram, há vários anos, um cenário favorável que deve ser explorado e promovido. O Brasil é o principal destino das exportações paraguaias e é o segundo maior investidor estrangeiro direto no país, depois dos Estados Unidos. Por sua vez, o Paraguai é um dos principais compradores de produtos manufaturados do Brasil.

Um importante marco de integração entre os dois países é a migração, já que o Paraguai é o segundo principal destino dos imigrantes brasileiros, atrás apenas dos Estados Unidos da América. Aproximadamente 500.000 brasileiros e seus descendentes residem no território nacional, atuam em diversos setores e estão integrados à sociedade paraguaia.

Com os estados brasileiros vizinhos, mantemos um relacionamento próximo nas esferas econômica, social e cultural. Com os Estados de Mato Grosso do Sul e Paraná estamos muito particularmente integrados por nossas respectivas idiossincrasias.

Um fator de destaque na agenda bilateral é a Binacional Itaipu, um projeto hidrelétrico emblemático para a integração entre os dois países.

  • O Paraguai está aberto para turismo?

Sim, o Paraguai está aberto ao Turismo. Graças ao trabalho do setor privado no desenvolvimento conjunto com o setor público dos protocolos que hoje estão sendo implementados, o país obteve o selo Safe Travels de destino seguro concedido pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC).

Desejamos que o Paraguai seja reconhecido como um destino turístico competitivo a nível internacional com produtos turísticos sustentáveis ​​e de qualidade, fazendo do turismo um dos setores produtivos de maior impacto econômico e social do país.

Quem visita o Paraguai vai encontrar opções bem variadas, desde o turismo rural, convenções e eventos, eco aventura, a Rota Jesuíticas, turismo histórico, religioso e muito mais.

Paraguai está na lista dos Patrimônios Mundiais da UNESCO com as Missões Jesuíticas de Jesus de Tavarengue e da Santíssima Trindade, situadas no sudeste do país e reconhecidas como as melhores Ruínas Jesuíticas preservadas em América do Sul.

Gostaria de convidar aos brasileiros e estrangeiros a visitar o Paraguai, um país interessante, muito bonito e com uma história importante.

  • O que o Paraguai comemora no mês de maio e quando é a data nacional?

No mês de maio comemoramos o 210° Aniversário da Independência da República do Paraguai. A data nacional abarca dos dias, já que entre o 14 e 15 de maio de 1811, tiveram início os eventos que levaram à emancipação do Paraguai, um dos primeiros países da região a se tornar independente da Espanha.

Os revolucionários, homens de luz, bravura e patriotismo, assumiram a responsabilidade histórica de libertar o Paraguai do jugo espanhol e constituí-lo uma nação livre e soberana.

Homenageamos os heróis da Independência Nacional: Pedro Juan Caballero, Vicente Ignacio Iturbe, Fulgencio Yegros, José Gaspar Rodriguez de Francia e outros ilustres homens que desenvolveram os planos de uma pátria libre, com grande coragem e honra.

  • Por favor, use este espaço para falar sobre assuntos que considere importante sobre o Paraguai.

O Paraguai busca se posicionar como uma plataforma confiável para que a indústria regional ganhe competitividade. Queremos trabalhar mais ainda na integração das cadeias produtivas e gerar empregos no Paraguai e no Brasil.

Falando em integração, considero oportuno mencionar que atualmente estamos trabalhando de forma coordenada com os países da região na criação do Corredor Bioceánico, que conectará a cidade brasileira de Santos com o porto chileno de Antofagasta, passando pelo Paraguai e pela Argentina. Nesse sentido, o Governo do Paraguai está avançando na construção das rodovias do Chaco paraguaio, que certamente coadjuvarão no desenvolvimento dessa região. Parte fundamental do Corredor Bioceánico é a construção da ponte entre as localidades de Carmelo Peralta e Porto Murtinho que, ainda neste ano, começaram as obras financiadas pela Itaipu Binacional.  

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.