Brasília é a capital das Culturas 2022

Brasília foi confirmada como Capital Ibero-americana das Culturas 2022, na XIX Assembleia Geral da União de Cidades Capitais Ibero-americanas (UCCI), que ocorre em Madri, Espanha. Além disso, assumiu a Vice-presidência Temática de Cultura da rede para o próximo biênio. O Governo do Distrito Federal é representado pelo secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues, e pela chefe do Escritório de Assuntos Internacionais, Renata Zuquim.

.

“Destacamos as ações realizadas pelo GDF no enfrentamento à pandemia e os planos para Brasília para receber o título de capital Ibero-Americana de Culturas em 2022. Estamos confiantes numa retomada segura, prontos para receber nossos visitantes mais fortes do que nunca”, aponta o secretário Bartolomeu Rodrigues.

Sob o lema “Cidades pela Ibero-américa: o futuro que nos une”, a Assembleia Geral da UCCI reúne seus membros para discutir o planejamento de ações da rede até 2024. Além disso, acorda a elaboração de uma estratégia conjunta para enfrentar os desafios que se impõem às suas cidades.

“Brasília promoverá a diversidade cultural dos povos ibero-americanos no âmbito da rede, e se compromete a fomentar o diálogo e ações de intercâmbio, cooperação e integração cultural das cidades que a compõem”, complementa Renata Zuquim.

Nas reuniões, realizadas a cada dois anos, são definidas questões estratégicas da UCCI, incluindo a eleição para cargos da organização, na qual Brasília, como membro nato desde 1986, tem direito a voz e voto. A capital brasileira ocupou, de 2017 até o momento, a Vice-presidência Temática de Governança da rede, o que garantiu sua participação na LII Reunião do

Comitê Executivo da UCCI, ocorrida na manhã desta quinta, antes do início da assembleia.

Ao discursar no evento, o titular da Secec, Bartolomeu Rodrigues, apresentou as principais medidas adotadas pelo GDF para contenção da pandemia, além das medidas adotadas para a recuperação socioeconômica do DF.

“Como gestor público, sinto-me muito satisfeito em fazer parte desta gestão, que atuou rapidamente para a contenção do vírus da Covid-19. Fomos a primeira unidade da Federação a estabelecer protocolos de distanciamento social e decretar a emergência de saúde pública”, ressalta.

Na ocasião, o GDF também apresentou à rede a intenção de Brasília em ocupar a Vice-presidência Temática de Cultura pelos próximos dois anos. A capital brasileira foi conduzida ao cargo de maneira unânime.

A viagem à Espanha terminou com um encontro entre os mais altos representantes das capitais da Ibero-América e sua majestade, o Rei Felipe VI. A UCCI foi fundada em 1982 sob a presidência dos reis da Espanha, como principais impulsores da comunidade ibero-americana.

CIC 2022

O título Capital Ibero-americana das Culturas 2022 é atribuído anualmente a uma das cidades que compõem a UCCI. As capitais que o recebem devem promover a diversidade cultural ibero-americana, o diálogo intercultural e o entendimento mútuo entre a cidadania ibero-americana e sua abertura ao mundo. Antes de Brasília, o Rio de Janeiro havia sido a única cidade brasileira a receber o título, no ano 2000.

Para formular, planejar, coordenar e executar as atividades propostas no âmbito do projeto Brasília — Capital Ibero-americana das Culturas de 2022, um comitê curatorial foi instituído, tendo o titular da Secec como coordenador.

O comitê também é composto pelo gabinete do governador do Distrito Federal, representado pelo Escritório de Assuntos Internacionais, pelas secretarias da Juventude (Sejuv), de Comunicação (Secom), de Educação (SEE), do Meio Ambiente (Sema), e de Justiça e Cidadania (Sejus).

Fonte: cultura.df.gov

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.