Alemães  se organizaram em Berlim neste sábado (13) contra a xenofobia e a extrema direita em um dos maiores protestos do país

Alemães  se organizaram em Berlim neste sábado (13) contra a xenofobia e a extrema direita em um dos maiores protestos do país . Estima-se que mais  de 150 mil pessoas participaram da  manifestação, protestando  em várias cidades do leste .O protesto também é contra um aumento no apoio ao partido de extrema-direita Alternativa para a Alemanha (AfD) As eleições estaduais acontecem  amanhã. O Protesto  foi organizado por grupos de direitos humanos, incluindo a Anistia Internacional.

Protesto contra xenofobia e extrema-direita é realizado neste sábado (13) em Berlim, na Alemanha — Foto: John Macdougall/ AFPProtesto contra xenofobia e extrema-direita é realizado neste sábado (13) em Berlim, na Alemanha — Foto: John Macdougall/ AFP

 Foto: John Macdougall/ AFP

Os manifestantes carregavam cartazes em que diziam “Construa pontes, não paredes”, “Unidos contra o racismo” e “Somos indivisíveis – por uma sociedade aberta e livre”. Alguns dançavam música pop

A chegada de mais de um milhão de migrantes, muitos de zonas de guerra no Oriente Médio, aumentou o apoio à AfD. Estima-se que a legenda se saia bem na eleição na Bavária, há uma fortaleza da conservadora União Social Cristã, que integra o governo de coalizão federal da chanceler Angela Merkel.

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.