Abertura do 8½ Festa do Cinema Italiano

No dia 27 de junho, Brasília recebe uma noite especial de abertura do 8½ Festa do Cinema Italiano, na prestigiada e recentemente restaurada Sala Pier Luigi Nervi, na Embaixada da Itália. Será um evento para convidados e contará com a presença de numerosos representantes da cultura, do cinema e das principais instituições políticas e diplomáticas de Brasília.

Além de Brasília, as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Salvador, Fortaleza, Recife, Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, Caxias do Sul, Camaquã, Maceió, Belém, Palmas, Natal, Aracaju, João Pessoa, Niterói, Ribeirão Preto e Volta Redonda recebem o Festival. Caxias do Sul e Camaquã recebem o evento pela primeira vez, e Volta Redonda e João Pessoa, excepcionalmente, têm programação entre 1º e 7 de julho.

Inspirada nos supermercados italianos dos anos 80, a campanha deste ano foi realizada numa verdadeira mercearia italiana, com referência a filmes clássicos italianos e produtos de grande consumo na Itália, e é protagonizada pela atriz Ana Vilaça. A atual programação conta com 10 filmes ao todo, marcada sobretudo por produções questionadoras e que propõem a reflexão e ruptura de paradigmas.

O filme de abertura desta edição será Ainda Temos o Amanhã, de Paola Cortellesi. Este filme foi um dos maiores sucessos de bilheteira da história recente do cinema italiano, ultrapassando, em receitas, blockbusters internacionais como Barbie e Oppenheimer. Um resultado extraordinário sendo a primeira obra de uma atriz de comédia italiana que retrata, neste filme, a importância do papel das mulheres na democracia e as batalhas que as mesmas tiveram de travar para se fazerem ouvir, em relação aos seus próprios direitos.

Um dos destaques é o longa de estreia da diretora Léa Todorov, Maria Montessori – Ensinando com Amor. A produção traz um olhar inovador sobre sobre inclusão, respeito às diferenças e feminismo no início do século 20, ao se aprofundar no método criado pela pedagoga italiana Maria Montessori, pautado sobretudo na liberdade e na autonomia da criança. O longa é protagonizado pela atriz Jasmine Trinca, que esteve na edição de 2023 no Brasil, como convidada do Festival.

Destaque também para o longa Segredos, de Daniele Luchetti, que vem ao Brasil participar de sessões e debates sobre o filme e seu trabalho em São Paulo e no Rio de Janeiro, nos dias 26 e 27, e nos dias 29 de junho e 1º de julho, respectivamente. Adaptação do romance do autor italiano Domenico Starnone, protagonizada pelo ator Elio Germano, Segredos conta a história de Pietro (Elio Germano) e Teresa (Federica Rossellini), professor e ex-aluna que têm uma relação tão rica quanto conturbada. Um dia, decidem confessar segredos, em muitos casos obscuros, e o que era uma brincadeira nos leva a questionar profundamente sobre a natureza humana.

Uma das grandes provocações fica a cargo de O Sequestro do Papa, de Marco Bellocchio, que nos apresenta um olhar rigoroso sobre a complexidade das relações entre o Estado e a Igreja, sob um viés de filme de terror. Apresentado na competição oficial do Festival de Cannes e vencedor do Globo de Ouro italiano de melhor filme, o longa tece uma crítica ao moralismo católico e se baseia em uma história real.

Também integram a programação o longa A Imensidão, de Emanuele Crialese, protagonizado por Penélope Cruz, e indicado ao Leão de Ouro no Festival de Veneza de 2022. A produção
aborda questões de gênero vividas por um adolescente e representa muito bem o gênero coming-of-age.

Estão confirmados também: Lubo, de Giorgio Diritti, baseado no romance “Il seminatore”, de Mario Cavatore; Enea, de Pietro Castellitto, que integrou a competição Oficial no Festival de Veneza 2023; Il Boemo, de Petr Václav, A Última Noite de Amore, de Andrea Di Stefano; e Zamora, de Neri Marcorè, que marca a estreia do diretor no cinema.

O 8 ½ Festa do Cinema Italiano é uma realização do Ministério da Cultura, da Associação Il Sorpasso e da Risi Film Brasil, com o apoio e promoção dos Institutos Italianos de Cultura do Rio de Janeiro e de São Paulo, com o suporte institucional da Embaixada da Itália e da rede diplomático-consular italiana no Brasil e da Cinecittà. A organização logística é da Bonfilm.

Além dos parceiros institucionais, desde 2020 o evento é realizado com o patrocínio principal da Generali Seguros e, pela primeira vez em 2024, através da Lei de Incentivo à Cultura. A Generali Seguros é a primeira seguradora estrangeira a chegar ao Brasil, há 99 anos, e integra o Grupo Generali, maior companhia de seguros da Itália e uma das maiores da Europa, presente em cerca de 50 países.

Em 2024, o Festival também conta com os parceiros de mídia Canal Curta!, Papo de Cinema e Revista Comunità Italiana.

Compartilhe

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.