A estátua de Nelson Mandela é erguida na ONU como um presente da África do Sul para as Nações Unidas

A estátua de Nelson Mandela é um presente da África do Sul para as Nações Unidas, por ocasião do centenário do nascimento do líder histórico.

A Assembleia-Geral das Nações Unidas realiza hoje a Cimeira da Paz, que  marca o centenário do nascimento de Nelson Mandela, com a participação de dezenas de chefes de Estado e de Governo.

A estátua de Mandela foi erguida antes do início do encontro pelo Presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, o secretário-geral da Organização das Nações Unidas, o português António Guterres, e a Presidente da Assembleia Geral, a equatoriana María Fernanda Espinosa.

“Nelson Mandela personificou os mais altos valores das Nações Unidas: paz, perdão, compaixão e dignidade humana. Era um defensor de todas as pessoas, com as suas palavras e ações”, afirmou António Guterres na cerimonia.

A África do Sul celebrou em julho de 2018 o centenário do nascimento de Nelson Mandela, que morreu em 05 de dezembro de 2013, aos 95 anos, depois de uma vida dedicada à luta contra a discriminação racial e contra as injustiças sobre a população negra.

O Ministro da Cultura da Àfrica do Sul que visitou brasília no mês de setembro para a semana que comemorou o Centenário de Mandela, informou aos jornalistas sobre o evento que aconteceria na ONU no dia 24 .

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.