O Aniversário de 70 anos da República Popular da China é comemorado em Brasília

O aniversário de 70 anos da república popular da China foi comemorado ontem, 25 de setembro, no Centro de Convenções Internacionais de Brasília. Na ocasião também aconteceu uma apresentação cultural da Orquestra da China e foi exibida uma exposição internacional de fotos em alusão aos 45 anos de relações diplomáticas com o Brasil. O Embaixador Yang Wanming, enfatizou que o Brasil é um importante parceiro comercial para a China e considera os dois países, como economias que crescem e emergem como destaque mundial. Falou do crescimento da China e das dificuldades superadas como grande parte da pobreza erradicada e das novas conquistas do país continental. ” A nossa confiança política mútua é mais sólida. Em maio deste ano, o Vice-presidente Hamilton Mourão fez uma visita bem sucedida á China logo após a posse do novo governo brasileiro. Ele se reuniu com o Presidente Xi Jinping e presidiu a COSBAN”. completou o embaixador.O Embaixador representante do Brasil no Evento, Reinaldo Salgado, também discursou e afirmou que a China é o maior parceiro comercial do Brasil e destacou a importância destas relações comerciais, culturais, econômicas e bilaterais

Embaixador Chinês com Embaixadores estrangeiros e o Embaixador Brasileiro Reinaldo salgado.
Público presente no evento

Chineses no Brasil que participaram do evento
Orquestra da China

“Além disso, realizaram-se várias trocas de visitas de alto nível entre os dois governos, Em julho deste ano o conselheiro de estado e chanceler da China, Wang yi, visitou o Brasil e se encontrou com o Presidente Bolsonaro. ” concluiu o embaixador.

A história de 70 anos da fundação da República Popular da China é o processo de estabelecimento, construção e melhoria contínua do socialismo e uma história do desenvolvimento do socialismo na China.

Depois da Guerra do Ópio em 1849, a China converteu-se em um país semicolonial e semifeudal e foi arbitrariamente humilhada. O povo vivia em apuros. Pessoas com nobres ideais começaram a explorar caminhos para salvar o país e o povo. Naquela época, muitos queriam seguir o caminho do capitalismo, porém não sabiam como. No momento em que as pessoas em todos os lugares estavam confusas, sem encontrar um caminho, eclode a Revolução de Outubro, que trouxe o Marxismo-Leninismo. Descobriram assim que havia uma forma de os trabalhadores se livrarem da opressão e exploração conquistando a liberdade, através do caminho do socialismo. A combinação do Marxismo com a realidade da China tem fundamentalmente transformado a face da China. Sob a liderança do Partido Comunista da China, o povo chinês, depois de décadas de batalhas sangrentas contra o imperialismo, feudalismo e o capitalismo burocrático, finalmente derrubou as três montanhas, conquistando grandes vitórias na revolução de nova democracia, estabelecendo assim a República Popular da China.

Em 1953, o novo regime havia sido consolidado, a economia nacional restaurada e a construção econômica de larga escala começado. Naquela época, o Partido prontamente propôs a linha geral do período de transição, implementando a industrialização socialista, e ao mesmo tempo implementando a transformação socialista da agricultura e do artesanato (transformando a propriedade individual da agricultura e artesanato em propriedade coletiva socialista). A propriedade privada capitalista da indústria e do comércio foi transformada em propriedade do estado socialista, propriedade de todo o povo. Partindo da realidade concreta da China, o Partido criativamente aplicou os princípios básicos do Marxismo, colocando adiante novas ideias, liderando amplas massas do povo na construção dessa grande transformação social. Em 1956 as “três grandes reformas” foram basicamente concluídas e o sistema socialista estabelecido. Em um país com uma larga população e complicadas circunstâncias, nós realizamos a transição da nova democracia para o socialismo em poucos anos. Uma mudança social de tal tipo, enquanto se mantinha a estabilidade e o desenvolvimento econômico, foi de fato um feito incrível, que deve ser registrado na história do Movimento Comunista Internacional.

Aconteceu a reforma e abertura da China, que é hoje a segunda maior economia mundial e emerge entre uma das nações mais avançadas tecnologicamente no mundo atual.

Fotos: Cidalia Varela

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.