Primeiro ataque militar da era Biden mata pelo menos 22 na Síria

Os Estados Unidos atacaram, nesta quinta-feira (25), infraestruturas utilizadas pelas milícias pro-iranianas no nordeste da Síria, deixando pelo menos 22 mortos. Esta é a primeira operação militar organizada pelo governo de Joe Biden. A ação é uma resposta a tiros de foguetes que atingiram pontos estratégicos das forças ocidentais no Iraque.

De acordo com informações preliminares do Observatório Sírio dos Direitos Humanos, os ataques destruíram três caminhões de munições que chegavam do Iraque em um posto de fronteira ilegal, situado no sul da cidade síria de Abu Kamal.

O porta-voz do Ministério da Defesa americano, John Kirby, qualificou a operação militar de “defensiva” em um comunicado. Ele também confimou que os ataques destruíram “múltiplas infraestruturas situadas em um posto de fronteira que tem o apoio do Irã, principalmente do grupo Kataeb Hezbollah.”

De acordo com Kirby, “a operação foi autorizada em resposta aos disparos recentes contra os funcionários americanos e a coalizão ocidental no Iraque.” Os funcionários, diz, continuam sob ameaça. “A operação envia uma mensagem sem ambiguidade: Biden protegerá as forças americanas e da coalizão”, disse Kirby.

Fonte: Agencia Brasil

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.