Parceria entre a Secretaria de Turismo do DF e o Ministério do Turismo desenvolve iniciativa para valorizar as atrações da capital

Programa quer impulsionar turismo cívico com acesso a crédito para viagens

Capital de todos os brasileiros e um museu a céu aberto, Brasília vai ganhar um impulso para receber mais visitantes e alavancar o turismo cívico. Lançado nesta segunda-feira (20), o programa Conheça o Brasil: Cívico busca atrair pessoas à capital em datas onde a movimentação costuma diminuir.

Um dos motivos para a criação do programa é a queda no setor hoteleiro aos finais de semana, quando chegam a ser registrados cerca de dez mil leitos vagos. “A ideia é suprir, por meio desse programa também, essa carência que tem nos hotéis, de quinta a domingo”, ressaltou o secretário de Turismo do DF, Cristiano Araújo.

Fruto de uma parceria entre o Ministério do Turismo (MTur), a Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur) e o trade turístico de Brasília, o programa tem como foco os estudantes, professores e pesquisadores de todo país.

“A partir do momento em que a gente conhece nossa história, se sente parte disso, passa a valorizar, a defender. E, sem dúvida nenhuma, com esse programa, a gente também ativa os diversos elementos do trade, como guias, hotéis e setor gastronômico”, acrescentou o secretário, reforçando a importância da iniciativa tanto do ponto de vista cívico quanto econômico.

O programa Conheça o Brasil: Cívico foi lançado nesta segunda-feira (20) com a presença de representantes do MTur, da Setur e do trade turístico de Brasília | Fotos: Ana Carolina Domingues/Setur
Serão desenvolvidos roteiros que envolvem ícones da democracia do Brasil, como a Esplanada dos Ministérios, a Praça dos Três Poderes e o Congresso Nacional. As viagens também vão incluir museus e outros monumentos públicos, além de outras opções turísticas no Entorno, como atrativos naturais, gastronômicos e culturais.

Presente ao evento, o ministro de Turismo, Celso Sabino de Oliveira, destacou a importância do programa na capital federal, que é reconhecida pela Unesco como patrimônio cultural da humanidade. A entidade também reconhece Brasília como cidade criativa pelo seu design.

“Nós temos bem aqui na nossa capital federal um grande e belo patrimônio, e a gente fica aqui durante a maioria dos finais de semana com a cidade bastante ociosa, em virtude do contrafluxo do turismo de negócios e de trabalho que acontece durante a semana. Então, essa iniciativa é para buscar a ocupação dessa ociosidade, tanto nos leitos dos hotéis quanto nos assentos das aeronaves que se destinam a Brasília durante o final de semana”, acentuou.

O ministro ainda reforçou a importância da parceria para que estudantes, universitários, secundaristas, professores e pesquisadores tenham condições mais favoráveis a adquirir bilhetes de passagem, hospedagem e roteiros turísticos na cidade.

Crédito facilitado

O secretário de Turismo, Cristiano Araújo, destaca: “A partir do momento em que a gente conhece nossa história, se sente parte disso, passa a valorizar, a defender. E, sem dúvida nenhuma, com esse programa, a gente também ativa os diversos elementos do trade, como guias, hotéis e setor gastronômico”
O programa conta com crédito facilitado para aquisição de pacotes e serviços turísticos, oferecido pelo Conheça Brasil: Realiza, uma parceria entre o Ministério do Turismo e o Banco do Brasil que oferece a possibilidade de parcelamento em até 60 vezes, ainda em processo de adesão nas empresas do setor de turismo.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), Henrique Severino, descreveu o aspecto econômico que o projeto envolve como um facilitador para a vinda dos estudantes para Brasília: “Essa parceria com o Banco do Brasil é algo que eu não me recordo de ter visto no passado. Um parcelamento em 60 vezes para as empresas que aderirem ao pacote, sem sombra de dúvidas, vai ser determinante para o sucesso desse projeto. Que bom que nós temos aí o governo distrital do Distrito Federal e o Ministério [do Turismo] de mãos dadas para viabilizar o que é tão necessário”.

Ele ressaltou, ainda, o diferencial do turismo cívico para a população. “É um turismo de entretenimento com conhecimento, diferentemente do turismo de praia, de aventura, que abrange uma experiência muito mais de entretenimento com muito menos conhecimento. O cívico depende de mais estímulo, mais esforço para que as pessoas tenham um real interesse”, observou.

A iniciativa contemplará a qualificação de profissionais de linha de frente de atendimento ao turista em Brasília; equipamentos de meios de hospedagem e alimentação, guias e condutores de turismo; realização de ações promocionais para estimular o espírito cívico dos brasileiros e a mobilização de instituições de ensino brasileiras para divulgação entre alunos, professores e pesquisadores.

As informações são da Agência Brasília

Compartilhe
Fabiana Ceyhan

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.