Na presidência do G20, Brasil lidera esforços para avanços em Pesquisa e Inovação

Meta é reduzir as desigualdades através do acesso à tecnologia e transferência de conhecimento

Em um esforço para impulsionar a cooperação internacional em Ciência, Tecnologia e Inovação (C,T&I), a presidência brasileira no G20 inaugura junto à Trilha Sherpa, o Grupo de Trabalho (GT) de Pesquisa e Inovação, focado no tema “Inovação Aberta para o Desenvolvimento Justo e Sustentável”. O objetivo principal é avançar no acesso e transferência de tecnologia para países do Sul Global, reduzir desigualdades e promover desenvolvimento econômico inclusivo.

O GT também incentivará a mobilidade entre estudantes, acadêmicos e pesquisadores, reduzindo barreiras à colaboração interinstitucional. O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação brasileiro coordenará esses esforços.

A ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos em reunião com membros da União Europeia  enfatizou o papel de destaque da CT&I na política externa brasileira. “O Brasil propõe colocar no centro de sua presidência as questões relacionadas às assimetrias globais de acesso à ciência, tecnologia e inovação com o tema ‘Inovação Aberta para o Desenvolvimento Justo e Sustentável’”, explicou. “A intenção é buscar uma ponte entre os países desenvolvidos e em desenvolvimento para avanços reais nessa agenda”, acrescentou.

A reunião foi com a diretora para Abordagem Global e Cooperação Internacional em Pesquisa e Inovação da Comissão Europeia, Maria Cristina Russo, que acredita na importância da parceria entre Brasil e União Europeia. O Brasil busca liderar não apenas o G20 no âmbito da pesquisa e inovação, mas também fortalecer laços estratégicos com parceiros globais para impulsionar o desenvolvimento sustentável e justo no cenário internacional.

Histórico do GT

Foto: Luara Baggi (Ascom/MCTI)

O Grupo, recém incorporado à estrutura do G20, é um desdobramento da Iniciativa em Pesquisa e Inovação originada no Fórum Acadêmico de 2021 promovido pela presidência italiana. O GT sucede o Encontro da Iniciativa em Pesquisa e Inovação do G20 realizado na Indonésia em 2022, onde foram discutidos tópicos prioritários como sustentabilidade, biodiversidade, transição energética, economia azul sustentável e materiais para energias sustentáveis. O Brasil propõe dar continuidade a essas discussões, agora em formato de grupo de trabalho, buscando transformar ecossistemas de pesquisa e inovação.

As informações são do G20.org

Compartilhe
Fabiana Ceyhan

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.