Mostra Mundo Árabe de Cinema traz sete filmes inéditos

Uma das obras é dirigida pelo brasileiro Otavio Cury. Os filmes serão exibidos nas plataformas digitais da mostra e do Sesc. A edição deste ano acontece de 20 de agosto a 16 de setembro.

 Divulgação

Thais Sousa
tsousa@anba.com.br

São Paulo – A Mostra Mundo Árabe de Cinema deste ano acontecerá novamente de forma online. As obras serão exibidas em plataformas digitais da mostra e do Sesc, e os sete títulos são inéditos. O evento é gratuito e os filmes abordam temas como o futuro político e as sociedades em transformação num mundo pós-pandemia. As exibições vão de 20 de agosto a 16 de setembro de 2021. Na imagem, acima, o filme “A 200 Metros”.

A realização é do Instituto de Cultura Árabe (ICArabe), e a correalização do Serviço Social do Comércio (Sesc) São Paulo. A  Casa Árabe, centro cultural da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, é patrocinadora da mostra. Além das exibições, serão promovidos encontros online com diretores e convidados especiais para interação com o público.

Entre as obras, há diretores e produtores de países como Síria, Palestina, Catar e Brasil. Na produção “In Memoriam”, por exemplo, estão envolvidos Brasil, Argentina e Síria. A obra é dirigida pelo brasileiro Otavio Cury. A programação se divide entre as obras exibidas exclusivamente no site na mostra,  de 20 de agosto a 2 de setembro. Na segunda etapa, os filmes podem ser assistidos na plataforma Sesc Digital, de 20 de agosto a 16 de setembro.

As obras também podem ser divididas em dois grandes temas “Sessão: Tramas Psicológicas”, que inclui o documentário “Caos”, da diretora Sarah Fattahi, o longa “Chave de Fenda”, do diretor Bassam Jarbawi, e “Os Espantalhos”, dirigido por Nouri Bouzid. A outra sessão é batizada de “Caleidoscópio Identitário” que engloba “Nós somos de lá” , um documentário de Wissam Tanios, o ficcional “Bagdá Vive em Mim”, dirigido por Samir Jamaleddine, o filme “A 200 Metros“, com direção de Ameen Nayfeh, além de “In Memoriam”.

O evento reforça a diversidade dos países árabes e a aproximação com a sociedade brasileira. “Na esteira da pesquisa por obras da cinematografia contemporânea do Mundo Árabe, põe-se em xeque a identidade de povos e o ideal de nação que se pretende forjar, sob a ótica crítica de seus diretores que despontam no afã de denunciar temáticas de cunho regional e universal”, afirmou em nota o curador da mostra, Arthur Jafet.

A abertura será realizada dia 19 de agosto, às 19h, online (no canal do ICArabe no Youtube). Após a abertura, a mostra vai disponibilizar um filme por semana. Para assistir, basta se cadastrar na plataforma da mostra. Já na etapa em que os filmes estarão no site do Sesc não é preciso fazer cadastro.

O evento tem, ainda, apoio da Arteplex, Unifesp|Cátedra Edward Said de Estudos da Contemporaneidade|Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, CineFértil, Instituto do Sono, Synapse e Confederação Suíça.

PROGRAMAÇÃO

No Sesc:
20 a 26 de agosto: “200 Metros”
27 de agosto a 2 de setembro: “Bagdá Vive em Mim”
3 a 9 de setembro: “Caos”
10 a 16 de setembro: “Os Espantalhos”

Na plataforma da Mostra:
20 a 26 de agosto: “Chave de Fenda”
27 de agosto a 2 de setembro: (2 filmes) “Nós somos de lá (longa-metragem)” e “In Memoriam (curta-metragem)”

Serviço:

16ª Mostra Mundo Árabe de Cinema
Gratuito

de 20 de agosto a 2 de setembro
Plataforma da Mostra: mundoarabe2021.icarabe.org

de 20 de agosto a 16 de setembro
Plataforma Sesc Digital:  sescsp.org.br/cinemaemcasa

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.