Ministro da Saúde Nelson Teich pede exoneração nesta manhã( 15-05)

Foto: Jorge William- Jornal o Globo

Texto: Fabiana Ceyhan

O Ministro da Saúde Nelson Teich, foi convidado a fazer uma visita ao presidente Bolsonaro no Palácio do Planalto na manhã de hoje. Segundo fontes deste site, o presidente Bolsonaro está insatisfeito já que o atual ministro segue a mesma linha de Luíz Henrique Mandeta, ex ministro, e mantém as mesmas posições em relação ao isolamento social.

“A gente tem deixado claro que não existe uma mudança de política em relação ao distanciamento, tem de ser mantido”, disse Teich após visita ao Comando Militar da Amazônia (CMA), em Manaus no início deste mês. “Neste momento, a política de distanciamento não foi mudada.”

As declarações de Teich repetem o roteiro do seu antecessor, Luiz Henrique Mandetta, demitido por Bolsonaro após defender enfaticamente o isolamento, medida criticada reiteradas vezes pelo presidente.

Por outro lado Bolsonaro desafia o isolamento social e não quer a continuação . Existem também divergências entre o ministro e o presidente acerca do uso da Hidroxicloroquina. Bolsonaro defende o uso no início do tratamento, já Mandetta e Teich alegam que não há estudos suficientes comprovando a eficácia do remédio.

Com o pedido de demissão do Ministro, existem dois prováveis nomes para assumir a pasta: Pazuello e Osmar terra.

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.