Líderes da União Europeia (UE) decidiram fechar as fronteiras externas do bloco durante os próximos 30 dias.

Numa reunião por vídeo-conferência, os líderes da União Europeia (UE) deram esta terça-feira sinal verde à proposta da Comissão de fechar as fronteiras externas do bloco durante os próximos 30 dias.

A proibição vai afetar todos os cidadãos que queiram visitar países da UE, exceto residentes permanentes, familiares de nacionais, trabalhadores transfronteiriços e de saúde e o transporte de mercadorias.

O presidente do Conselho Europeu anunciou o acordo conseguido por unanimidade entre os 27 para limitar a propagação do coronavírus. Charles Michel lembrou que o encerramento das fronteiras é uma competência nacional e que por isso a medida entrará em vigor quando cada um dos estados membros regular a implementação desta nova medida.

A presidente da Comissão Europeia revelou que a questão das fronteiras internas do bloco foi também discutida. Para Ursula Von Der Leyen é crucial desbloquear esta situação porque “há demasiadas pessoas presas dentro da União Europeia e há engarrafamentos de caminhões que devem circular livremente e que são fundamentais para o funcionamento do mercado interno”.

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.