Jogos Universitários injetam R$ 11 milhões na economia do DF

“Nesse momento, estamos voltando à normalidade, mantendo ainda todos os cuidados necessários. Se mostra de extrema importância para nossa cidade receber um evento dessa grandeza, que vai além da sua importância esportiva, que também influencia diretamente na área econômica local com o aquecimento do segmento de eventos”Giselle Ferreira, secretária de Esportes

Entre atletas e comissão técnica, 4,5 mil pessoas de todo o país chegam ao Distrito Federal neste fim de semana para participar da 68ª edição dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), que começa nesta segunda-feira (11) com a cerimônia de abertura no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB). Durante os próximos 10 dias, além de uma programação intensa de competições, o evento deve movimentar cerca de R$ 11 milhões na economia local.

Os valores serão injetados por meio de hotelaria, transporte, alimentação, entre outros itens. “Nesse momento, estamos voltando à normalidade, mantendo ainda todos os cuidados necessários. Se mostra de extrema importância para nossa cidade receber um evento dessa grandeza, que vai além da sua importância esportiva, que também influencia diretamente na área econômica local com o aquecimento do segmento de eventos”, explica a secretária de Esporte e Lazer (SEL), Giselle Ferreira.

Nesse sentido, a Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) realizou um treinamento de capacitação junto aos representantes da rede hoteleira da cidade. O programa chamado de Bem Receber atua para oferecer as melhores experiências aos participantes, com o entendimento de uma série de boas práticas em busca da excelência. Ao final dos JUBs, os hotéis concorrem a premiações com base em inovação, promoção cultural, ambientação, hospitalidade, acessibilidade, sustentabilidade e outras métricas.

“Para receber esse público, estamos investindo na capacitação de todos os fornecedores envolvidos, como hotelaria, bares, restaurantes, empresas de receptivos, entre outros. O objetivo é compartilhar conhecimento e incentivá-los a desenvolver ações inovadoras, além de melhorias na recepção dos participantes. Para isso, criamos várias premiações, com o intuito de promover entre esses parceiros uma competição saudável, na qual o público vai sair ganhando sempre”, diz o gerente de Logística da CBDU, Paulo Souza.

Os Jogos Universitários seguirão um rígido protocolo de segurança e sanitário contra a disseminação da covid-19. O evento será realizado sem a presença de público, e somente as pessoas credenciadas (atletas, comissão técnica, comitê organizador e imprensa) circularão pelos locais de competição. Todos os espaços estarão equipados com álcool em gel e o uso de máscaras é obrigatório nas áreas comuns, a não ser para atletas nos momentos de disputas, entre outras determinações.

Fonte: Agencia Brasilia

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.