GDF Condecora o jornalista e Cônsul Honorário da Belarus no Brasil Sr.Milton Atanazio

O Governo do Distrito Federal através do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal promoveu ontem (12) à noite, no auditório Cel. José Nilton Matos na  Academia de Bombeiros Militar em Brasília, a cerimônia de entrega da “Medalha Mérito Musical Anacleto de Medeiros”, destinadas a condecorar músicos, civis, militares e personalidades, pelo reconhecimento de suas contribuições com a história da implantação da Banda de Música do  CBMDF, bem como na trajetória Musical na corporação e no âmbito da Capital Federal.

A “Medalha Mérito Musical Anacleto de Medeiros” foi criada pelo Decreto nº 35.846, de 25 de setembro de 2014.O Conselho da Medalha Mérito Musical Anacleto de Medeiros”Anacleto de Medeiros” aprovou a indicação do jornalista e Cônsul Honorário da República da Belarus no Brasil, para receber a referida Comenda em solenidade realizada ontem.

O jornalista e Cônsul Honorário da Belarus no Brasil, goza de magnífico relacionamento com o Comando-Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal e tem prestado grandes contribuições à Corporação em sugestões e campanhas do CBMDF.

Recentemente foi reconhecido no mais alto grau “Comendador”, da Ordem de Mérito Bombeiro Militar do Distrito Federal “Imperador Dom Pedro II”, considerada a maior honraria do Corpo de Bombeiros.

Com a mesma honraria também foram agraciados o General (Exército) Augusto Heleno Ribeiro Pereira (dia 03.09), Ministro de Estado Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República e o Ministro Presidente do Superior Tribunal Militar, o Almirante de Esquadra Marcus Vinícius Oliveira dos Santos (dia 13.09)

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.