white wind turbines on green grass field during daytime

Estados Unidos desejam investir mais em economia verde no Brasil

Câmara Americana de Comércio vê grandes possibilidades de negócios em pautas de sustentabilidade

Após a  12ª Reunião Plenária do Fórum de Altos Executivos Brasil-Estados Unidos, realizada no Ministério das Relações Exteriores, em Brasília, no dia 15 de dezembro, várias pautas ganharam força.

O evento reuniu 24 CEOs de empresas americanas e brasileiras, além da secretária de Comércio dos Estados Unidos, Gina Raimondo, e do vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin. Na pauta, a relação comercial entre os dois países.

Abrão Árabe Neto, CEO da Câmara Americana de Comércio (Amcham Brasil), afirmou à imprensa que um número crescente de empresas americanas se interessam em aprofundar as relações econômico-comerciais com o Brasil. As pautas relacionadas à economia verde, a energias limpas e a tecnologia sustentável são as mais atrativas.

Conforme lembra Abrão, os EUA são o principal parceiro econômico do Brasil em termos de comércio e investimento. Por isso, o interesse em investir em cadeias produtivas.

“Existe hoje um movimento de diversificação das cadeias produtivas para reduzir riscos sociais, políticos, climáticos e riscos sanitários, como a gente viu com a pandemia. Os Estados Unidos têm liderado esse movimento no mundo todo e o Brasil oferece uma série de condições que eu acho que são incomparáveis com relação a outros países”, disse o CEO da Amcham. Sua fala está em consonância com o que declarou a secretária Gina Raimondo, sobre uma “nova era” de investimentos americanos em solo brasileiro.

Ainda segundo Abrão, esse é o momento certo para os dois países construírem uma agenda que leve a resultados concretos. “Fizemos um levantamento de investimentos em ações de sustentabilidade ambiental no Brasil e muitos desses investimentos vieram de empresas americanas que atuam aqui. Só em 2023, identificamos mais de R$ 30 bilhões investidos por empresas aqui para ajudar a reduzir emissões de gás carbônico, aumentar sua eficiência energética e ações de economia circular. Isso mostra que existe um engajamento muito grande, sobretudo em um momento de convergências”.

Compartilhe
Fabiana Ceyhan

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.