Especialista norte-americano para assuntos de proteção de patrimônios históricos e culturais da humanidade visita o Brasil

Especialista norte-americano para assuntos de proteção de patrimônios históricos e culturais da humanidade visita o Brasil

Christopher Marrion fará palestras em Brasília (24-25 de junho), Rio de Janeiro (26-29 de junho) e São Paulo (1º de julho)

Brasília 24 de junho de 2019 – O diretor e fundador da consultoria Marrion Fire & Risk, Christopher Marrion, fará uma série de palestras no Brasil sobre proteção ao patrimônio histórico e cultural da humanidade contra incêndios, desastres, prevenção e recuperação. Marion estará em Brasília, 24 a 25 de junho, no Rio de Janeiro, 26 a 29 de junho, e em São Paulo, no dia 1º de julho. A visita do especialista faz parte de uma longa história de colaboração acadêmica e científica entre o Brasil e os EUA e promove o diálogo continuado e entendimento mútuo entre brasileiros e norte-americanos.

Em Brasília, Marrion se encontrará com representantes do Ministério da Cidadania, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), da Unesco, da Universidade de Brasília e do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal. Durante as reuniões, Marrion falará sobre a importância dos patrimônios históricos e culturais da humanidade e como podemos protegê-los de desastres.

No Rio de Janeiro, o especialista participará do seminário internacional Patrimônio em chamas: quem é o próximo? e fará uma visita ao Museu Nacional. Durante o seminário, Marion falará sobre gestão de risco de incêndio para o patrimônio cultural, incluindo as novas abordagens e tecnologias para a segurança contra incêndios em bens patrimoniais.

Em São Paulo, além de reuniões com especialistas, Marrion se encontrará com profissionais técnicos de museus e instituições culturais no Instituto de Estudos Avançados da USP, com o objetivo de aprofundar a discussão sobre boas práticas e tendências em segurança contra incêndios para o patrimônio histórico e cultural.

U.S. Specialist for the protection of historical and cultural heritage visits Brazil

Christopher Marrion will lecture in Brasilia (June 24-25), Rio de Janeiro (June 26-29) and São Paulo (July 1st)

Brasilia, 24 June, 2019 – The Director and Founder of Marrion Fire & Risk Consultancy, Christopher Marrion, will deliver a number of lectures in Brazil on protecting cultural heritage from fire and disasters, and prevention and recovery.  He will be in Brasilia, from June 24 to 25, in Rio de Janeiro, from June 26 to 29, and in São Paulo on July 1.  The visit of the specialist builds on a long history of U.S.-Brazil academic and scientific collaboration will promote continued dialogue and mutual understanding between Brazilians and Americans to advance this collaboration.

In Brasilia, Marrion will meet with representatives of the Ministry of Citizenship, the National Historic and Artistic Heritage Institute (IPHAN), the Brazilian Institute of Museums (IBRAM), UNESCO, the University of Brasilia, and the Federal District’s Fire Department.  During the meetings, Marrion will talk about the importance of cultural heritage and how to protect it from disasters.

In Rio de Janeiro, the specialist will participate in the International Seminar – Heritage on fire: who’s next? and will visit Rio’s National Museum.  During the seminar, Marion will talk about fire prevention and protection of cultural assets.

In São Paulo, besides meeting with specialists, he will engage with professionals from museums and cultural institutions at the Institute of Advanced Studies of the University of São Paulo, with the objective of deepening discussions on best practices and trends in fire prevention for cultural heritage sites.

Com informações da Embaixada Americana no Brasil

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.