Embaixadora sueca, Karin Wallensteen, participa do Fórum Empresarial Brasil-Suécia

Encontro realizado pela CNI, em parceria com a Business Sweden, busca fortalecer laços econômicos entre os dois países

A Suécia é um dos 20 principais investidores diretos no Brasil. Para fortalecer os laços econômicos entre os dois países, a Confederação Nacional da Indústria (CNI), em parceria com a Business Sweden, realizaram o 4º Fórum Empresarial Brasil-Suécia.

O encontro aconteceu no dia 22 de novembro, na fábrica da Scania América Latina, em São Bernardo do Campo (SP). Mais de 20 empresários suecos participaram do evento, entre eles, CEOs e representantes de grandes indústrias como Saab, Ericsson, SKF, Scania, Astrazeneca, Electrolux, Atlas Copco, Epiroc, Hoganas, Volvo Group, Stora Enso, Autoliv, SEB e AFRY.

O objetivo do fórum é reunir as comunidades empresariais e autoridades de governo dos países e debater iniciativas para a ampliação do fluxo de comércio e investimento, além de fortalecer as relações de cooperação entre os países em temas relevantes para a relação bilateral. Foram discutidos temas como sustentabilidade, transição energética, transformação ecológica, digitalização e indústria 4.0 e soluções de financiamento sustentável.

A embaixadora da Suécia, Karin Wallensteen, falou sobre a parceria estratégica Brasil-Sueca. Ela explicou que a relação bilateral “se assenta firmemente em três pilares: Diálogo entre governos. Cooperação em matéria de inovação e Relações entre empresas”.

De acordo com o Business Sweden, atualmente, há 150 empresas suecas instaladas no Brasil, com 45 mil empregos diretos. Entre 2010 e 2022, empresas suecas anunciaram investimentos de US$ 1,683 bilhão no país. Além disso, o fluxo comercial em 2022 ultrapassou quase US$ 3 bilhões. Um estudo recente da Business Climate Survey 2023 mostrou que, das 50 maiores empresas suecas no Brasil, 63% planejam aumentar os investimentos no país no próximo ano.

As informações são da CNI.
Compartilhe
Fabiana Ceyhan

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.