Embaixador de Belarus Sergey Lukashevich, recebe 30 jornalistas para comemoração do 105º aniversário do serviço diplomático moderno de Belarus

 Nas comemorações do 105º aniversário do serviço diplomático moderno de Belarus, que acontece no ano de 2024 o Embaixador Sergey Lukashevich recebeu um grupo de 30 jornalistas de veículos brasileiros  importantes, na sede da Embaixada no Brasil, para um almoço de confraternização. Na ocasião ele fez uma opresentação de seu país e de pontos importantes da diplomacia e questões mundiais . Destacou o interesse de Belarus em fazer parte do BRICS , a situação entre Rússia e Ucrânia, o desenvolvimento de Belarus , a importância da presença feminina e a igualdade de gênero . Os pontos mais importantes da apresentação  estão listados abaixo.  Participaram do encontro jornalistas da TV Record, Rede Globo, SBT, Metropoles, Correio Braziliense, Jornal de Brasília, O Mundo Diplomático, Mais Goiás, Radar Digital, Embassy News, Brasília in Foco, Jornal de Taguatinga , EBC, Assessores parlamentares da Câmara e do Senado e de alguns ministérios.

A  Associção  Abrajinter foi condecorada e homenageada, pela sua presença em cobertura das Embaixadas em Brasília.

Pontos importantantes citados pelo Embaixador :

No dia 22 de janeiro de 1919 foi anunciado o Comissariado dos Negócios Estrangeiros.

De acordo com documentos de arquivo, um pequeno serviço diplomático, composto por 12 pessoas, era chefiado por um membro do Governo Soviético Provisório dos Trabalhadores Camponeses da República de Belarus, o Comissário dos Negócios Estrangeiros, Vsevolod Falsky.

A primeira missão diplomática do jovem Estado belarusso foi aberta em Moscou em 24 de março de 1921. A representação plenipotenciária da RSSB na RSFSR fazia parte do corpo diplomático, gozava de imunidades e privilégios, mantinha contatos oficiais com o Comissariado do Povo para Relações Exteriores da RSFSR e missões diplomáticas em Moscou.

Os funcionários atuais e futuros do Ministério dos Negócios Estrangeiros da República Socialista Soviética da Bielorrússia deram sua contribuição para a Vitória sobre o fascismo. Mais de 90 veteranos da Grande Guerra Patriótica estão entre os veteranos do serviço diplomático de Belarus.

Em 1946, foi criado o Ministério dos Negócios Estrangeiros da República Socialista Soviética da Bielorrússia.

A comunidade mundial reconheceu a contribuição de Belaurs para a derrota da Alemanha nazista: a RSS da Bielorrússia tornou-se uma das fundadoras da Organização das Nações Unidas e assinou a Carta da ONU em 1945. As missões da RSSB na ONU foram abertas em Nova York, bem como nas organizações internacionais em Viena, Paris e Genebra.

Atualmente, a República de Belarus estabeleceu relações diplomáticas com 183 países e está representada no exterior por 70 missões estrangeiras, incluindo: 56 Embaixadas, 2 Missões Permanentes, 11 Consulados Gerais e 1 Consulado.

Certamente, muita coisa mudou no mundo em 105 anos, mas as principais tarefas do serviço diplomático belarusso permaneceram inalteradas – a saber, a proteção da soberania nacional e da independência de nosso país, a defesa dos interesses nacionais e dos direitos legítimos do Estado, a prevenção de sua discriminação na arena internacional, a garantia do desenvolvimento econômico externo sustentável e a promoção, juntamente com nações que pensam da mesma forma, dos princípios de uma ordem mundial justa.

Há 105 anos, o serviço diplomático de Belarus é conhecido e demonstra diariamente seu compromisso com os princípios de paz, criação e desenvolvimento.

 

Sobre os resultados selecionados da cooperação entre Belarus e o Brasil em 2023

 

O volume de negócios entre os dois países totalizou US$ 378,6 milhões em 2023. Fertilizantes de potássio e nitrogênio, inseticidas e herbicidas formaram a base das exportações de Belarus. As exportações brasileiras foram baseadas em produtos agrícolas.

Belarus forneceu 1,1 milhão de toneladas de fertilizantes de potássio para o Brasil, ocupando 7,7% do mercado brasileiro, quase o dobro do que em 2022. Os especialistas preveem que, em 2024, Belarus voltará a ser um dos três principais fornecedores de potássio para o setor agrícola no Brasil.

Em 28 de junho de 2023, o Presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, conheceu as amostras da exposição de tratores belarussos para agricultores privados no lançamento do Plano Safra 2023/24 em Brasília.

Em 11 de julho de 2023, o Embaixador de Belarus, Sergey Lukashevich, reuniu-se com o Vice-presidente do Brasil, Geraldo Alckmin, para confirmar o desejo de cooperação industrial entre as empresas dos dois países, discutir o fornecimento de fertilizantes à base de potássio para a agricultura brasileira e a participação prospectiva de Belarus em projetos econômicos do governo brasileiro.

Em 26 de setembro de 2023, à margem da 78ª sessão da Assembleia Geral da ONU, o Ministro dos Negócios Estrangeiros de Belarus, Sergei Aleinik, realizou uma reunião bilateral com o Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Mauro Vieira.

Em outubro de 2023, nàs margens do 6º Comitê da Assembleia Geral da ONU, foi realizada uma reunião entre Andrey Popkov, Chefe do Departamento Jurídico e de Tratados do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Belarus, e George Galindo, Consultor Jurídico do Ministério das Relações Exteriores do Brasil.

Em outubro de 2023, no âmbito da conferência sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável realizada em Baku, Azerbaijão, sobre o tema “Análise dos resultados da Cúpula Global sobre ODS 2023 e o papel das instituições supremas de auditoria no processo de realização dos ODS”, foi realizada a reunião do primeiro vice-presidente do Comitê Nacional de Auditoria da República de Belarus Dmitry Basko e o Ministro Walton Rodrigues do Tribunal de Contas da União do Brasil.

Em outubro de 2023 no México, o deputado da Câmara dos Representantes da Assembleia Nacional de Belarus, Sergey Klishevich, reuniu-se com a Secretária Executiva do Foro de São Paulo Monica Valente. As partes confirmaram seu interesse em estabelecer laços mais estreitos entre o Partido dos Trabalhadores do Brasil e o Partido Comunista de Belarus.

Em novembro de 2023, Romênio Pereira, Secretário de Relações Internacionais do Partido dos Trabalhadores do Brasil, fez uma visita a Belarus. Foram realizadas reuniões na Administração do Presidente da República de Belarus, no Parlamento, no Ministério dos Negócios Estrangeiros de Belarus e na Federação de Sindicatos de Belarus.

 

 

Próximas eleições parlamentares em Belarus

 

O dia único de votação em Belarus ocorrerá em 25 de fevereiro de 2024, quando serão eleitos os deputados da Câmara dos Representantes e dos e Сonselhos locais. Em seguida, serão realizadas eleições de membros do Conselho da República, delegados à Assembleia Popular da Belarus e deputados de Conselhos locais. Os preparativos para a importante campanha eleitoral estão em andamento.

O poder legislativo é exercido pelo Parlamento bicameral, a Assembleia Nacional da República de Belarus. A câmara baixa é a Câmara dos Representantes e a câmara alta é o Conselho da República. O mandato é de 5 anos.

A Câmara dos Deputados é composta por 110 deputados eleitos por distritos eleitorais e que representam os interesses dos cidadãos.

O Conselho da República é a câmara de representação territorial. É composto por 64 membros: 8 membros são eleitos de cada região e da cidade de Minsk (a capital) por voto secreto nas reuniões dos Conselhos de Deputados locais do nível básico das respectivas unidades administrativo-territoriais, 8 membros do Conselho da República são nomeados pelo Presidente. Um membro vitalício do Conselho da República com seu consentimento será o Presidente da República de Belarus, que deixa de exercer seus poderes devido à expiração de seu mandato ou prematuramente em caso de renúncia.

O direito de iniciativa legislativa pertence ao Presidente, à Assembleia Popular da Belarus, aos deputados da Câmara dos Representantes, ao Conselho da República, ao Governo, bem como aos cidadãos com direito a voto em número de pelo menos 50 mil pessoas, e é exercido na Câmara dos Representantes.

Foi decidido que os jovens eleitores que irão às seções eleitorais pela primeira vez em 2024 receberão edições de presente da Constituição de nosso país.

A Comissão Eleitoral Central da República de Belarus pretende trabalhar ativamente com a imprensa, e uma linha telefônica direta multicanal funcionará tradicionalmente. Também há planos para a criação de um Centro de Informações “Eleições-2024” no Palácio da República.

O Presidente de Belarus, Alexandr Lukashenko, chamou atenção especial para o fato de que a Assembleia Popular da Belarus, como órgão representativo supremo do poder popular da República de Belarus, adquiriu status constitucional em Belarus após o referendo realizado em 27 de fevereiro de 2022. Ela determina direções estratégicas para o desenvolvimento da sociedade e do Estado, garante a inviolabilidade da ordem constitucional, a continuidade das gerações e o acordo civil.

A Assembleia Popular da Belarus tem o direito de aprovar as principais direções da política interna e externa, a doutrina militar e o conceito de segurança nacional; de aprovar programas para o desenvolvimento socioeconômico da República de Belarus; e de ouvir o Primeiro-Ministro sobre a implementação de programas para o desenvolvimento socioeconômico da República de Belarus. A Assembleia Popular da Belarus tem o direito de iniciativa legislativa.

As decisões da Assembleia Popular da Belarus são vinculantes e podem cancelar atos legais e outras decisões de órgãos e funcionários do Estado contrárias aos interesses da segurança nacional, exceto atos de órgãos judiciais.

Belarus decidiu não convidar os observadores da OSCE para as próximas eleições. Nosso país sempre adotou uma abordagem responsável para cumprir suas obrigações internacionais e tradicionalmente convidou observadores da OSCE para as eleições realizadas no país, mas este ano não acontecerá desta forma.

 

 A cordialidade de Belarus

 

Desde 2022, foi introduzido um regime de isenção de visto em Belarus para cidadãos da Lituânia, Letônia e Polônia, bem como para pessoas com status de não cidadãos da Letônia. Esse foi um gesto de boa vontade do Governo e do Presidente de Belarus para com os povos dos países vizinhos.

Até o momento, Belarus tem um regime de isenção de visto com todos os cinco países vizinhos, bem como com o Brasil.

Desde o início dessa iniciativa, o número total de pessoas que visitaram nosso país usando o regime de isenção de visto já se aproxima de 800 mil. E isso apesar de todos os obstáculos e restrições das lideranças da Lituânia, Letônia e Polônia, bem como das dificuldades na fronteira – passagens de fronteira fechadas pelos vizinhos ocidentais de Belarus e dissuasão artificial do controle de fronteira. Havia, há e continua havendo interesse.

O regime de isenção de visto deveria expirar em 2023. No entanto, desde setembro, as autoridades belarussas começaram a receber mensagens de diásporas e cidadãos comuns que vivem em países vizinhos solicitando a prorrogação do regime de isenção de visto para entrada no país. As autoridades belarussas não deixaram essas cartas e apelos passarem despercebidos e redigiram seu apelo em nome do Ministério dos Negócios Estrangeiros ao Chefe de Estado, solicitando a prorrogação desse maravilhoso esforço para 2024. E em dezembro de 2023, o Presidente de Belarus, Alexandr Lukashenko, apoiou a iniciativa do Conselho de Ministros e do Ministério dos Negócios Estrangeiros de prorrogar o regime de entrada sem visto com a Lituânia, Letônia e Polônia para 2024.

A introdução de um regime de isenção de visto permite demonstrar a abertura da República de Belarus para restaurar a interação normal e igualitária com os Estados vizinhos, preservar os laços com a minoria nacional belarussa e superar o bloqueio de informações pelas elites políticas dos países vizinhos por meio de comunicações interpessoais.

 Representantes da mídia belarussa

 

Em maio de 2023, o governo polonês publicou uma lista de cidadãos belarussos sujeitos a novas sanções. A lista incluía um número significativo de representantes da mídia belarussa, ou seja, 23 pessoas. O lado belarusso chama a atenção para sobre a proteção dos direitos dos jornalistas, a liberdade de imprensa e a discriminação contra trabalhadores.

 

 Posição de Belarus com relação à situação na Ucrânia

 

O conflito no território da Ucrânia começou em 2014 em Donbas e, durante todos esses 10 anos, Belarus tem sido a única plataforma para a resolução pacífica da situação. De acordo com os últimos dados oficiais, desde 2014, Belarus recebeu mais de 300 mil refugiados da Ucrânia, que foram aceitos pelo nosso país. Os cidadãos da Ucrânia, que receberam proteção adicional como refugiados, têm o direito a cuidados médicos, emprego e educação em pé de igualdade com os cidadãos da República de Belarus.

Belarus não está participando da operação militar especial na Ucrânia. Isso se tornou óbvio para todos que entendem, mesmo que um pouco, sobre a situação em nossa região.

Belarus reafirma sua firme determinação de combater quaisquer tentativas de invasão da soberania e da independência de Belarus, interferência indisfarçável em seus assuntos internos, pressão política, econômica e outras pressões sobre nosso país.

 

 

Não há crianças estrangeiras.

Belarus cura crianças ucranianas de forma aberta e nobre

 

Durante a implementação do programa da fundação beneficente que leva o nome de Aliaksei Talai, uma figura pública e atleta paraolímpico, um grupo de crianças da região da República Popular de Donetsk, República Popular de Lugansk e Zaporizhzhya foi tratado, recuperado e reabilitado em Belarus.

Aliaksei Talai está envolvido em trabalhos de caridade há muito tempo, mesmo antes de criar sua própria fundação. Após os eventos na Ucrânia em 2014, depois dos quais as hostilidades e a guerra civil eclodiram em Donbass, ele percebeu que as pessoas precisavam de ajuda.

Em setembro de 2021, o primeiro grupo da República Popular de Donetsk foi trazido para Belarus – nove crianças com deficiência acompanhadas por sete adultos, pais ou pessoas autorizadas que tinham uma procuração com firma reconhecida em cartório, e todos os documentos necessários foram elaborados. As crianças passaram por reabilitação médica e depois partiram (como haviam chegado) de ônibus.

Assim, eles puderam levar um grupo bastante grande de crianças já sem deficiências.

Mais tarde, em junho de 2022, o próximo grupo de 28 crianças veio para a reabilitação. E no mesmo ano, em outubro, um grande grupo chegou pela primeira vez – 888 crianças acompanhadas por 125 adultos, pais ou acompanhantes autorizados por uma procuração com firma reconhecida. Naquela ocasião, as crianças foram e voltaram de trem.

Belarus faz todo o possível, como vem fazendo há décadas, para ajudar e melhorar a saúde das crianças no território de Belarus. Hoje isso está acontecendo por meio do fundo de caridade do atleta paraolímpico belarusso. Muitas dezenas de milhares de cidadãos de Belarus têm a oportunidade de apoiar a reabilitação das crianças de Donbas no território de Belarus.

Os belarussos entendem que não existe infortúnio para um estranho, e somente juntos podemos resistir a esse momento difícil apoiando uns aos outros. É bom que o Estado, as estruturas de caridade e as organizações públicas estejam trabalhando juntos.

Belarus aceita crianças ucranianas para recuperação de acordo com todas as normas internacionais, de forma aberta e transparente, inclusive em cooperação com organizações internacionais e fundos das Nações Unidas, incluindo a Cruz Vermelha e a UNICEF.

A aceitação de crianças de outros países para recuperação é uma prática global e europeia. Crianças do Japão após o acidente de Fukushima e da Síria foram recuperadas em Belarus em anos diferentes. Nos últimos 10 anos, cerca de 12 mil crianças de 42 países passaram por recuperação.

Todas as alegações feitas contra nosso país de que as crianças foram sequestradas não têm base legal.

Em 4 de outubro de 2023, diplomatas estrangeiros de diferentes países visitaram a cidade belarussa de Novopolotsk, onde se familiarizaram com as condições de permanência das crianças ucranianas que vieram para recuperação.

O convite de grupos de crianças para recreação e recuperação na República de Belarus de todos os países estrangeiros em nome do Chefe de Estado é uma das etapas importantes no desenvolvimento da cooperação entre a República de Belarus e os países estrangeiros na esfera humanitária e educacional, contribui para fortalecer ainda mais as relações interestaduais, aumentando o papel e o status internacional de Belarus.

Como regra, o programa de recreação infantil inclui atividades de melhoria da saúde e excursões, atividades lúdicas destinadas a familiarizá-las com as tradições, cultura, costumes e vida cotidiana do povo belarusso, o que contribui para a introdução de seus valores espirituais e morais e a formação de uma imagem positiva de nosso país nas crianças.

Em 2024, em nome do Chefe de Estado, já está planejado convidar crianças da China, Síria, Egito, Vietnã e Índia para férias gratuitas e recuperação.

No próximo verão belarusso, quando será inverno no Brasil, Belarus está pronta para abrir a mesma oportunidade para as crianças brasileiras.

 

 

Adesão de Belarus ao BRICS

 

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da República de Belarus está trabalhando na adesão do nosso país à Associação como membro pleno, bem como na participação do lado belarusso nos eventos do BRICS (“BRICS Outreach” e “BRICS Plus”).

Em 16 de maio de 2023, o Presidente da República de Belarus, Alexandr Lukashenko, enviou uma mensagem aos chefes dos Estados membros do BRICS com a solicitação do lado belarusso para ingressar no BRICS. Belarus juntou-se ao grupo de países que enviaram solicitações antes da definição dos princípios de expansão do BRICS.

O Ministro dos Negócios Estrangeiros de Belarus, Sergei Aleinik, participou da 15ª Cúpula do BRICS na África do Sul em agosto de 2023.

Belarus está interessada em desenvolver a cooperação com o Brasil não apenas no âmbito bilateral, mas também no âmbito do BRICS.

 

 

Sobre o desenvolvimento socioeconômico da República de Belarus

 

Indicadores econômicos

  1. Taxa de crescimento do PIB de 3,8% (janeiro-outubro de 2023);
  2. Taxa de inflação de 3,7% (janeiro-outubro de 2023);
  3. Taxa de desemprego de 3,6% (1º trimestre de 2023);
  4. Crescimento do setor industrial 8,1% (janeiro-outubro de 2023);
  5. Crescimento do comércio 7,6% (janeiro-outubro de 2023);
  6. Superávit orçamentário de 1,5 bilhão de rublos belarussos (cerca de US$ 480 milhões);
  7. A dívida externa bruta em relação ao PIB diminui de 68,7% em 2020 para 48,9% do PIB (em 1º de julho de 2023);
  8. O PIB per capita por índice de poder de compra em 2023 aumentou de US$ 20.300 em 2020 para US$ 25.200;
  9. Reservas cambiais US$ 8,3 bilhões (2023);
  10. A República de Belarus é líder em atendimento médico: 52 médicos e 135 profissionais da área médica para cada 10.000 pessoas. Esse é o melhor indicador do Leste Europeu e melhor do que o de países desenvolvidos como Alemanha, Espanha e Itália.

 

Classificações internacionais

  1. SDG Index and Dashboards Report of the international foundation Bertelsmann Stiftung: Belarus ocupa a 34ª posição (76,0 pontos em 100).
  2. Belarus está em 60º lugar entre 191 países no Índice de Desenvolvimento Humano e faz parte do grupo de países com um nível muito alto de desenvolvimento humano, de acordo com a classificação da ONU.
  3. Belarus ficou em 78º lugar entre 167 países na classificação geral de riqueza nacional (Legatum Prosperity Index 2023).
  4. No QS EECA University Rankings, a Universidade Estadual de Belarus foi classificada entre as 25 melhores na região da Europa Emergente e Ásia Central.
  5. Belarus ficou em 58º lugar entre 193 na Pesquisa de Governo Eletrônico das Nações Unidas (UN E-Government Survey).
  6. Belarus ficou em 41º lugar entre 146 estados cobertos no Índice Global de Diferença de Gênero em 2023.

 

 

Sobre a exposição de fotos “Mulheres de Belarus”

 

“Ser homem é muito, mas ser mulher é ainda mais!”

Uma mulher moderna do século XXI se esforça para se tornar forte e igual a um homem. Ela não permite atitudes humilhantes e desrespeitosas em relação a si mesma. Ela não se limita ao que conquistou, quer mais, não tolera os limites que limitam suas atividades, não vê seu objetivo em uma coisa específica. Uma mulher não é uma semelhança fraca com os homens, mas um oposto igual. Ela é respeitada, livre e promissora. Seu papel é tão importante quanto o do homem. Ao mesmo tempo, ela é inconscientemente uma portadora da graça, traz harmonia ao mundo, decora o espaço vital.

A exposição consiste em fotografias que nos mostram que as mulheres de Belarus podem se tornar representantes de qualquer profissão e nos permite mostrar retratos daquelas que todos os dias fazem sua inestimável contribuição para o desenvolvimento e a prosperidade de sua terra natal. Cada foto tem sua própria vida, história e caráter únicos. Fortes e femininas, dignas dos maiores elogios, com fé nas pessoas, bondade e união. Cada uma delas é única, mas estão unidas por uma visão comum de paz, estabilidade e prosperidade de sua terra natal.

Compartilhe
Fabiana Ceyhan

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.