Embaixada da França convida para “Ifcinéma à la carte” – Filmes on-line

Devido à crise sanitária e ao fechamento de quase todas as salas de cinema no mundo, o Instituto francês de Paris apresenta “Ifcinéma à la carte”, uma seleção de filmes gratuitos para assistir em casa. São opções variadas – para todos os gostos e também idades – que deixarão a quarentena mais agradável.

Entre os dias 12 de junho e 13 de julho de 2020, 10 longas e 11 curtas franceses e africanos estarão disponíveis online, de graça e sem necessidade de inscrição através do site: https://ifcinema.institutfrancais.com/fr/alacarte

Sete longas têm legenda em português: os filmes de ficção Corporate, de Nicolas Silhol; L’Effet aquatique, de Sólveig Anspach e Kétéké, de Peter Sedufia; as animações La jeune fille sans mains, de Sébastien Laudenbach e Le tableau, de Jean-François Laguionie e os dois documentários Les pépites, de Xavier de Lauzanne e Swagger, de Olivier Babinet.

Dentro da seleção de curtas metragens, os filmes disponíveis com legendas em português são: as animações Le bûcheron des mots, de Izu Troin e Malika et la sorcière, de Nabaloum Boureima e os curtas de ficção; Les filles, de Alice Douard; 9.58, de Louis Aubert; Huit ,de Mathieu Mouterde; Dunk, de Sophie Martin e Afrique-sur-Seine, de Mamadou Sarr e Paulin Soumanou Vieyra.

Aqui tem um trailler do evento para dar água na boca: https://www.youtube.com/watch?v=zj4KkKcUwd0&feature=youtu.be

E o Festival de cinema Varilux, que também se adaptou ao período de quarentena, continua no ar.

A edição especial #VariluxEmCasa estreou no dia 27 de abril. A iniciativa patrocinada pela Essilor Varilux e pela Embaixada da França no Brasil, e realizada pela Bonfilm oferece uma seleção online dos melhores filmes das últimas edições do festival. São 50 filmes gratuitos com legendas em português que ficam disponíveis até o dia 27 de agosto na plataforma Looke.

A seleção apresenta gêneros diversos, dentre eles comédias como Rock and Roll – por trás da fama, de Guillaume Canet; Amor à segunda vista, de Hugo Gélin e Luta de classe, de Michel Leclerc; dramas como Marvin, de Anne Fontaine; Inocência roubada, de Andréa Bescond e Eric Metayer; A aparição, de Xavier Gianolli; filmes históricos, como Cyrano mon amour, de Alexis Michalik e thriller, como Carnívoras, de Jérémie e Yannick Renier.

Também estão disponíveis seis longas de animação dublados para crianças: Abril e o mundo extraordinário, de Christian Desmares e Franck Ekinci; A raposa má, de Benjamin Renner e Patrick Imbert; O menino da floresta, de Jean-Christophe Dessaint; Asterix e o domínio de deuses e Asterix e a poção mágica, de Louis Clichy e Alexandre Astier e Um gato em Paris, de Alain Gagnol e Jean-Loup Felicioli.

Para acessar festival: www.festivalvariluxemcasa.com.br

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.