Diplomacia muito atuante : Embaixador do Vietnã recebe jornalistas e explica sobre o País

O embaixador do Vietnã no Brasil recebeu na noite de ontem, 20 de dezembro, cerca de 30 jornalistas brasileiros para um jantar de confraternização.  Antes do jantar DO BAH KOA,  apresentou dados  e estatísticas do país, explicando também o modo de vida, turismo e dados econômicos. Como de costume da embaixada, foi servido um jantar típico do país, com o famoso prato PHO e outras delícias da culinária vietnamita.

 

Pontos de destaque da palestra do embaixador:

 

Em 2018, na sua mensagem de felicitações endereçada ao Presidente eleito Jair Bolsonaro, o Presidente do Vietnã, S.E. o senhor Nguyen Phu Trong, escreveu: “Estou firmemente convencido de que, sob a
liderança de Vossa Excelência, o Povo brasileiro continuará a conquistar novos ganhos importantes na construção de um Brasil cada vez mais desenvolvido e próspero, com a posição continuadamente mais elevada na região e no mundo.” Na mesma mensagem, o Presidente Nguyen Phu Trong afirma a sua determinação em trabalhar junto como Senhor Presidente eleito e o Governo do Brasil para consolidar e aprofundar ainda mais o relacionamento de Parceria Abrangente entre os nossos dois países, pelo benefício dos nossos dois Povos, pela paz, estabilidade e desenvolvimento nas duas regiões e no mundo. Com muito respeito, o nosso Presidente convida o Senhor Presidente eleito Jair Bolsonaro a realizar uma visita oficial ao Vietnã no melhor prazo.

 

 Expectativas de cooperação Vietnã-Brasil em 2019:

Em 2019, a cooperação na diplomacia política vai continuar com intercâmbio de delegações de todos os níveis, a consulta política e o apoio recíproco nas organizações internacionais.É aguardada a vinda ao Brasil da delegação ministerial para a reunião da Comissão Binacional e assinatura do Acordo de Cooperação Educacional e do Memorando de cooperação na defesa. Com evoluções positivas no desenvolvimento econômico de ambos os países e com a abertura de mercado bilateral, o comércio bilateral continuará a crescer a um bom ritmo. Existem espaços de cooperação, especialmente em termos de comércio e investimento. Além do mercado vietnamita de 93 milhões de consumidores, o Vietnã é considerado como a porta de entrada muito preferida por empresas estrangeiras no acesso e
conquista do vasto mercado da ASEAN, que tem 634 milhões de consumidores e que é agora a sexta maior economia do mundo, muito aberto e em desenvolvimento dinâmico. Com o valor do comércio ASEANBrasil de 16,5 bilhões de dólares, que é o segundo maior parceiro comercial do Brasil na Ásia, ainda existe uma grande potencialidade nos laços comerciais ASEAN-Brasil. A cooperação militar e nas matérias da defesa é uma área importante das relações bilaterais.

Os dois lados concluíram as negociações sobre o  Memorando da cooperação em defesa e, no momento, o documento está pronto para ser assinado. Espero que este Memorando seja assinado em 2019. Recentemente, houve reuniões, discussões sobre os produtos da AVIBRAS, da Embraer com as agências relevantes do Vietnã, a aeronave E190-E2 da Embraer realizou um voo de demonstração na capital de Hanói. Eu acho que a cooperação de defesa é um campo muito potencial para a cooperação bilateral porque as necessidades são enormes.

A agricultura e os agronegócios são áreas importantes para os dois países. A materialização dos compromissos dos dois governos e do Memorando de Cooperação na agricultura criará condições favoráveis
para a cooperação em agronegócios, formação e transferência técnica e tecnológica na produção agrícola e pecuária e criar mais empregos e valores agregados em cada país. O compromisso de incrementar a importação bilateral de produtos agrícolas e abrir mais o mercado bilateral para os bens uns dos outros, será implementado através da troca de delegações técnicas para atualizar e unificar os certificados para produtos importados, além de outras medidas. A abertura do mercado vietnamita aos produtos de proteína do Brasil e a abertura do mercado brasileiro para o camarão vietnamita constituem passos desejáveis e muito benéficos para os consumidores. O Vietnã também quer importar gado vivo do Brasil para criação e abate em função da necessidade e gosto do mercado. O Vietnã tem vantagens no cultivo de arroz, aquicultura, pesca, processamento de frutos do mar e produtos aquáticos e está disposto a participar de projetos de formação e transferência de tecnologia para produtores brasileiros em projetos onde existem condições favoráveis. As empresas vietnamitas também querem beneficiar-se da transferência de tecnologias do Brasil no cultivo e processamento de cana-de-açúcar, na produção de açúcar, de etanol e do café.

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.