Dia da Defesa do Paquistão e Dia da Solidariedade da Caxemira observados no Brasil

Dia da Defesa do Paquistão e Dia da Solidariedade da Caxemira observados no Brasil.
Conforme decidido pelo governo Paquistanês, o Dia da Defesa do Paquistão foi comemorado hoje no Brasil também como um dia de expressar solidariedade com o povo nos territórios de Jammu e Caxemira, ocupados pela Índia. Jornalistas de destaque, personalidades da mídia, diplomatas, representantes de think tanks e sociedade civil, acadêmicos e residentes paquistaneses se juntaram aos funcionários da embaixada em uma comemoração coletiva do Dia da Defesa do Paquistão, expressando solidariedade com o povo da Caxemira. Mensagens do Presidente e Primeiro Ministro do Paquistão foram lidas na ocasião. O adido de Defesa General de Brigada Mohammad Yousaf destacou o significado histórico do Dia da Defesa do Paquistão e prestou uma rica homenagem aos heróis e mártires da guerra de 1965. O primeiro secretário Azeem Ullah Cheema destacou as violações em massa dos direitos humanos nas mãos das forças de ocupação indianas.
Em seu pronunciamento como Convidado Principal, o Embaixador Najm us Saqib expressou total solidariedade com o povo irmão da Caxemira e reiterou a condenação do Paquistão pelo confinamento brutal de meses e toque de recolher imposto pela Índia nas regiões ocupadas de Jammu e Caxemira. Destacando as ações ilegais, audaciosas e provocativas da Índia desde 5 de agosto, ele afirmou que o Paquistão permaneceria firme em seu apoio total à causa justa da Caxemira até o fim. O embaixador também rogou à Comunidade Internacional que persuadisse a Índia a cumprir os compromissos assumidos nas resoluções do Conselho de Segurança da ONU e deixasse de violar os princípios dos direitos humanos e do direto humanitário. Antes da comemoração, a comunidade muçulmana e funcionários da embaixada fizeram orações especiais durante Namaz-e-Jum’a por um futuro brilhante para o povo dos territórios de Jammu e Caxemira, ocupados pela Índia
.
Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.