Desfile da Independência teve 4,5 mil militares e civis em Brasília

O desfile cívico de hoje, na Esplanada dos Ministérios, foi o terceiro e último de Michel Temer como presidente da República. Como reza o protocolo, Temer deu autorização ao comandante militar do Planalto, general Sérgio da Costa Negraes, para o início do desfile. A partir de então, desfilaram na Esplanada 4,5 mil pessoas, entre militares, civis e estudantes. O Desfile da Independência teve início às 9h, com duas horas de duração.

O desfile está dividido nos setores militar, escolar, motorizado e hípico. A população presente também viu mais de 150 viaturas, aviões e helicópteros. O desfile, como tradicionalmente ocorre, teve a participação de militares do Exército, Marinha e Aeronáutica. Integrantes da Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional, Polícia Militar do Distrito Federal e Corpo de Bombeiros do DF também fizeram parte da cerimônia.

Estudantes de escolas públicas de Samambaia, Guará e Planaltina estarão no desfile. Os estudantes homenagearam Dom Pedro I, primeiro governante do país independente; Zumbi dos Palmares, pioneiro na resistência contra a escravidão; Santos Dumont, pai da aviação; Tiradentes, mártir da Inconfidência Mineira; e Chiquinha Gonzaga, musicista, maestrina e ativista das liberdades femininas.

Homenagem aos pracinhas

Houve ainda uma homenagem aos pracinhas da Força Expedicionária Brasileira (FEB), tropa que o Brasil enviou para lutar na Itália durante a Segunda Guerra Mundial. Os pracinhas foram acompanhados de ex-integrantes de Forças de Paz da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Um dos momentos mais marcantes do desfile é a passagem da pirâmide humana sobre motocicletas, montada pelo Batalhão de Polícia do Exército de Brasília. A pirâmide humana ficou conhecida internacionalmente por figurar duas vezes no Guinness Book, o livro dos recordes.

O encerramento do desfile ficou por conta da passagem do 1º Regimento de Cavalaria de Guarda, os Dragões da Independência. Trata-se de um regimento importante na história do país e que participou de momentos emblemáticos como o Grito da Independência e a Proclamação da República.

Créditos: Agencia Brasil

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.