Data Nacional da Austria é marcada por uma belíssima apresentação de um  dueto austríaco em Brasília

A Data Nacional da Austria foi marcada por uma belíssima apresentação de um  dueto austríaco em Brasília, na noite de 26 de outubro, na casa Thomas Jefferson. O auditório lotou de diplomatas e apreciadores do Jazz. A Embaixadora Dra. Irene Giner- Reichl falou na abertura sobre a importância e avanço das relações entre Aústria e Brasil e um Coral local também participou no início da apresentação , após o evento foram servidas tortas e doces típicos do país.
Sobre os músicos:
Markus Fellner, clarinetista austríaco, se graduou no conservatório de Caríntia e completou o seu mestrado em clarineta no conservatório de Viena. Concursos internacionais e turnês de concertos o levaram por todo o mundo. Atualmente, Markus leciona na Escola de Música de Lienz Talboden. Klaus e Markus formaram este duo para realizar esta turnê no Brasil, sob os auspícios da embaixada da Áustria, por ocasião da celebração da data nacional da Áustria e dos 100 anos da República.
Bernhard Kaimbacher, pianista, iniciou seus estudos musicais na escola de música de St. Andrä, Lavanttal, Áustria. Posteriormente, deu continuidade ao estudo do jazzpiano com o mestre Roman Wohovsky. Bernhard aperfeiçoou sua técnica jazzística ao piano participando de inúmeros workshops de jazz. Kaimbacher estudou jazzpiano no Conservatório de Caríntia com Rob Bargade. Bernhard mantem uma intensa agenda de apresentações e colaborações com Michael Erian e Edgar Unterkirchner, dentre outros.
Em 2005, Bernhard e Markus fundaram a banda Jazz Live e foram pioneiros na performance do jazz no Lavanttal, uma belíssima região no sul da Áustria. Atualmente, um de seus principais projetos é a banda Saxoano, saxofone e piano, e os estudos musicais avançados.
Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.