COVID-19: Vacina pode ser fabricada na Bélgica

Duas empresas, BioNTech e Pfizer, anunciaram que os primeiros voluntários nos Estados Unidos receberam uma vacina experimental na luta contra o Covid-19.

Cerca de 360 ​​voluntários saudáveis ​​entre 18 e 55 anos de idade estão sendo vacinados no decorrer deste estudo. 200 pessoas na Alemanha estarão envolvidas posteriormente. Os resultados dos testes serão anunciados apenas em junho. Se eles forem positivos, o teste será estendido a uma série de novos participantes saudáveis, mas que também demonstrem risco.

Se o programa de desenvolvimento clínico for bem-sucedido, as duas empresas esperam aumentar sua capacidade de produção para poder fornecer a vacina em todo o mundo. Os locais da Pfizer em três estados americanos, além do distrito belga de Puurs, foram todos alocados como centros de produção da vacina, enquanto outros locais ainda precisam ser selecionados.

O diretor da Pfizer Manufacturing Belgium, Luc Van Steenwinkel, diz estar “particularmente orgulhoso que o local da Pfizer na Bélgica tenha sido escolhido para desempenhar um papel importante na produção de uma potencial vacina contra o Covid-19.” Ele diz que este é o “reconhecimento de sua expertise global e o know-how e experiência de seus aproximadamente 3.000 funcionários.” O programa deve permitir que milhões de doses sejam feitas em 2020 e outros milhões em 2021.

Fonte: Focus on Belgium

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.