Enfrentando a epidemia, os chineses passam a reunião familiar especial para o Ano Novo Chinês

Hoje, dia 24 de janeiro, marca a véspera do Ano Novo Chinês, sendo o mais importante dia de reunião familiar em todo o ano para os chineses. Porém, devido à epidemia de pneumonia por novo coronavírus, muitos abandonaram a reunião familiar, alguns estão no combate à epidemia e alguns cancelaram viagem para proteger outras pessoas.

Para 1,4 bilhões de chineses, é uma importante cerimônia voltar à casa para passar o Ano Novo Chinês. As mídias internacionais descrevem a movimentação do festival da primavera como “o deslocamento da humanidade em grande envergadura no planeta”. A partir do dia 10 de janeiro, o fluxo começou, muita gente já voltou à terra natal ou se preparavam para iniciar uma viagem. Porém, a epidemia de pneumonia por novo coronavírus fez com que quase todas as pessoas mudassem os planos. Até o fim desta quinta-feira, 830 casos confirmados de pneumonia por novo coronavírus foram relatados em 29 regiões de nível provincial do país, cinco casos em regiões de Hong Kong, Macau e Taiwan e nove casos no exterior, segundo a Comissão Nacional de Saúde da China. A fim de evitar a expansão da epidemia, muitos chineses abandonaram o plano de voltar à terra natal ou viajar e foram canceladas as atividades de celebrações do festival da primavera em muitas regiões. Apesar de não poderem ter a reunião familiar geograficamente, alguns chineses transmitem os votos por vídeo, telefone e internet.

Além disso, as equipes médicas em outras regiões chinesas foram a Wuhan, junto com seus colegas para combater à epidemia, representando o carácter profissional.

O governo chinês tomou as medidas eficazes, transparentes e públicas, assim como realizou a cooperação internacional, sempre colocando importância à segurança da vida e saúde do povo. Na noite da quinta-feira, a Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou que atualmente a epidemia de pneumonia por novo coronavírus não está listada como “acidente de emergência de saúde pública com preocupação internacional”, em função do número de infetados não atingir o padrão emergencial de acidente. Ao mesmo tempo, a entidade agradeceu a cooperação e a transparência do governo chinês.

Enfrentando a epidemia, os chineses passam a reunião familiar especial para o Ano Novo Chinês. A gente mantem distância no espaço, mas fica perto no coração.

Fonte: CRI

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.