Chile acelerará campanha de vacinação em massa contra COVID-19

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, anunciou neste sábado que o país acelerará sua campanha de vacinação em massa contra a COVID-19 depois de já ter 6,6 milhões de pessoas totalmente vacinadas.

Piñera informou que a partir da próxima semana, o programa de vacinação se expandirá para atingir os mais jovens “em breve” e, nas próximas duas semanas, o governo planeja vacinar pessoas entre 35 e 44 anos.

O presidente afirmou ainda que a vacinação para gestantes, iniciada no começo desta semana, obedece a “todas as normas e protocolos estabelecidos pela autoridade sanitária”.

Ele explicou que a aceleração das vacinações em massa é possível graças ao fato de o governo chileno ter fechado contratos que lhe darão acesso a 40 milhões de doses de vacinas este ano.

Espera-se que mais de 7 milhões de pessoas estejam totalmente vacinadas até que as eleições constituintes sejam realizadas no país em 15 e 16 de maio, quando os cidadãos escolherão representantes para redigir a nova constituição do país.

De acordo com o último relatório do governo chileno, até o momento, foram administradas 14.777.093 doses de vacinas, sendo que 8.083.408 pessoas receberam a primeira dose e 6.693.685 pessoas receberam ambas as doses.

O Chile iniciou seu programa de vacinação em massa em fevereiro, após inocular pela primeira vez os profissionais de saúde em dezembro de 2020 e janeiro de 2021.

Fonte: Xinhua

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.