Campanha da CLDF de prevenção contra o coronavírus ganha prêmio INTERNACIONAL

Campanha da CLDF de prevenção contra o coronavírus ganha prêmios em festival de países lusófonos

CLDF recebe primeiro prêmio publicitário internacional, com campanha sobre as “desculpas” comumente alegadas pela população para não se prevenir.

https://audio.audima.co/iframe-thin-local.html?skin=thin&statistic=false

Por Denise Caputo 

A campanha publicitária “Contra o coronavírus não tem desculpa, tem prevenção” foi premiada no festival “Prêmios Lusófonos de Criatividade” em duas categorias: outdoor e filme para TV; em segundo e em terceiro lugar, respectivamente.

Veiculada desde o final de março, a campanha trabalha com as “desculpas” dadas por muitas pessoas para não usarem máscaras ou se juntarem em “happy hours”, fechando os olhos para o cenário crítico por que passa o Distrito Federal e o Brasil.

A premiação foi celebrada pelo deputado Delmasso: “É a primeira vez que ganhamos um prêmio internacional de publicidade”. Já o presidente da Casa, deputado Rafael Prudente (MDB), elogiou o reconhecimento e a importância da campanha e parabenizou os envolvidos na produção das peça

O coordenador de Comunicação Social da CLDF, Orlando Rangel, explica que, para levar essa mensagem de prevenção a toda a população do Distrito Federal, a campanha está nas mídias sociais, tevê, rádio, jornal, outdoor, ônibus, além de letreiros e pontos de divulgação espalhados pelas regiões administrativas. “Focamos nas medidas de prevenção recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), como o uso constante e correto de máscara e álcool em gel, e o apelo para evitar aglomerações”, destaca Rangel.

​​​Com seis anos de existência, os “Prêmios Lusófonos da Criatividade” é um festival realizado em Portugal, sendo o único dedicado, exclusivamente, a premiar, homenagear e debater os mercados publicitário e de comunicação dos países de língua portuguesa.

Fonte: Política distrital- Kleber Karpov
​​​​​​​

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.