Brasil vai discutir mercado de petróleo no âmbito do G20, na sexta-feira em encontro virtual

O ministro de Minas e Energia do Brasil, Bento Albuquerque, conversou com o príncipe saudita Abdulaziz bin Salman Al Saud por telefone e confirmou participação em reunião do grupo sobre petróleo.

 

FOTO: Alexey Vitvitsky/Sputnik/AFP

Isaura Daniel

O ministro de Minas e Energia do Brasil, Bento Albuquerque, e o príncipe saudita  Abdulaziz bin Salman Al Saud (foto acima), ministro de Energia do país árabe, conversaram por telefone no domingo (05), e Albuquerque disse ao saudita que o Brasil está pronto para participar de reunião no âmbito do G20 sobre o mercado internacional de petróleo.

Albuquerque conversou com príncipe saudita

De acordo com informações divulgadas pelo Ministério de Minas e Energia, o saudita perguntou se o Brasil se inclinaria a integrar o esforço de coordenação internacional na busca de mecanismos que contribuam para a estabilização do mercado internacional de petróleo e propôs a participação do Brasil em reunião de ministros de energia sobre o tema, pelo G20.

Segundo o ministério, Albuquerque agradeceu o empenho do príncipe Abdulaziz em promover uma coalizão para discutir um tema tão significativo para todos, especialmente nesse momento que impõe grandes desafios. No momento, a Arábia Saudita busca atrair países para um possível acordo de cortes de produção para apoiar os preços da commodity no mercado externo.

Segundo o Ministério de Minas e Energia, a conferência telefônica foi bastante construtiva e os dois trocaram impressões sobre a  crise derivada da pandemia da covid-19, principalmente sobre o reflexo sobre o mercado global de petróleo. O G20 é formado pelas maiores economias do mundo, inclusive o Brasil. A Arábia Saudita está atualmente na presidência do grupo.

O encontro de ministros da energia pelo G20 ocorrerá na sexta-feira (10) de forma virtual.

ANBA

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.