Bolsa de valores tem queda inédita em todo o mundo.

Da Europa à Ásia, os mercados financeiros registram quedas bruscas, depois de os preços do petróleo recuarem mais de 30% nas bolsas asiáticas. Trata-se de uma queda diária inédita desde a Guerra do Golfo, em 1991.Em Londres, o índice FTSE 100 abriu a perder mais de 8%; o Dax, em Frankfurt, recuou perto de 7%; e o CAC 40, em Paris, caiu cerca de 6%.

Tudo isto depois do acentuado declinio nos principais mercados financeiros asiáticos, com o índice Nikkei a registar quedas na ordem dos 6%, em Tóquio – o valor do iene subiu -, e o Hang Seng a recuar quase 4%, em Hong Kong. Já em Sydney o recuo ultrapassou os 7%.

Confirmaram-se, portanto, os receios trazidos pelo coronavírus e pelas pesadas restrições, que estão diminuindo drasticamente o consumo da matéria-prima. A Arábia Saudita decidiu, baixar consideravelmente os preços do petróleo para tentar conter a queda

O Brasil chegou a fechar a Bolsa de Valores para conter o Declínio.

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.