Arábia Saudita celebra data nacional em evento na capital federal

Embaixador Ali Bahitham e diplomatas sauditas recebem os convidados

A data nacional da Arábia Saudita é celebrada no dia 23 de setembro todos os anos, em homenagem a renomeação do Reino de Nejd e Hejaz para Reino da Arábia Saudita por um decreto real do rei Abdul Aziz Ibn Saud em 1932. Desde de 2005 esta data foi decretada feriado nacional pelo rei Abdullah em 2005.

Culinária àrabe
Diplomatas àrabes no Brasil
Embaixadores àrabes no Brasil

Comemorações na Arábia Saudita:

O Dia Nacional da Arabia Saudita é celebrado com danças folclóricas, canções e festivais tradicionais. As estradas e edifícios são decorados com bandeiras sauditas e as pessoas usam vestidos verdes e brancos, balões sauditas verdes e brancos podem ser vistos por todo o reino.

Eventos e ocasiões no mesmo dia:

2005: O rei Abdullah reconheceu que o Dia Nacional da Arábia Saudita se tornou um feriado oficial no reino.

2009: O rei Abdullah abriu a Universidade de Ciência e Tecnologia King Abdullah, na presença de vários chefes de estado estrangeiros.

2014: O município de Jeddah inaugurou o mastro de bandeira mais alto do mundo. 2015: foi aprovado o Dia Nacional da Arábia Saudita (Eid Al-Adha), pela primeira vez.

Comemoração em Brasília:

No dia 24 de setembro, foi realizada uma pequena recepção na residência oficial do embaixador saudita, Ali Bahitham, com a presença de embaixadores árabes, membros do Itamaraty e pessoas ligadas ao trabalho na Embaixada em Brasília. Foi servido um almoço árabe onde todos os protocolos de distanciamento foram respeitados.

Convidados para a recepção
Representando o Brasilia In Foco – jornalista Fabiana Ceyhan
Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.