A EMBAIXADA DA ITÁLIA EM BRASÍLIA É A PRIMEIRA NO MUNDO A RECEBER A CERTIFICAÇÃO “LIXO ZERO” DO INSTITUTO LIXO ZERO BRASIL

A Embaixada da Itália em Brasília foi a primeira missão diplomática no mundo a receber a certificação “Lixo Zero” do Instituto Lixo Zero Brasil. A sede italiana já havia conquistado o título de primeira Embaixada Verde na capital federal.

Um conjunto de medidas garante que 100% dos resíduos orgânicos sejam destinados à composteira do complexo, que também foi inaugurada durante a cerimônia de certificação. O produto final é usado como fertilizante dentro da Embaixada. Além disso, os resíduos recicláveis ​​e eletrônicos são doados a algumas cooperativas parceiras que, dessa forma, têm a oportunidade de gerar empregos e renda através da venda do material. A Embaixada também aboliu o uso de copos plásticos, passando a ser “single-use plastic free”.

Localizada no meio da capital federal, a sede diplomática ocupa uma área de 25 mil metros quadrados. A engenheira ambiental Luciana Souza, que acompanha a execução do projeto “Lixo Zero” desde 2018 junto com o advogado Pedro Moura da Embaixada, destacou que “hoje menos de 2 quilos por dia de resíduos são enviados para aterro sanitário em comparação com os 125 quilos que eram enviados antes da realização do projeto“. Rodrigo Sabatini, presidente do Instituto Lixo Zero Brasil e diretor da Zero Waste International Alliance, manifestou a esperança de que o exemplo da Embaixada da Itália em Brasília sirva de inspiração para outras sedes diplomáticas e para todos os municípios brasileiros em geral.

O Embaixador da Itália, Francesco Azzarello, disse estar particularmente honrado com o reconhecimento e muito orgulhoso de que a Itália possa mais uma vez ser um ponto de referência no setor da sustentabilidade ambiental, perseguindo também objetivos sociais, juntamente com o Brasil.

Por ocasião da entrega do Certificado “Lixo Zero”, a Embaixada promoveu a exibição virtual e gratuita do filme de animação italiano “TRASH”, inspirado nos temas de ecologia e sustentabilidade, uma aventura que combina diversão e missão educativa, abordando o tema atual da reciclagem e como todos nós podemos fazer a diferença.

—-

MAIS INFORMAÇÕES

A ESTRATÉGIA “LIXO ZERO”

“Lixo Zero” é uma estratégia de gestão de resíduos que visa redesenhar sua vida cíclica, considerando-os não como resíduos, mas sim como recursos a serem reutilizados. Essa contrasta com as práticas que envolvem processos de incineração ou aterro sanitário, com o objetivo de reduzir significativamente também a quantidade de resíduos a serem descartados.

Conforme estabelecido pela Zero Waste International Alliance, “Lixo Zero” é um objetivo ético, econômico, eficiente e visionário para orientar as pessoas na mudança de seu estilo de vida, a fim de estimular ciclos naturais sustentáveis ​​nos quais todos os materiais são projetados para serem recuperados e pós-consumidos ” Um conceito de vida urbana e rural segundo o qual tanto o indivíduo quanto as organizações a que pertence conhecem o destino de seus resíduos antes de descartá-los.

O “Lixo Zero” é baseado em quatro conceitos principais: repensar, reutilizar, reduzir e reciclar.

Para mais informações: https://zwia.org/

O PROJETO DA EMBAIXADA VERDE

O projeto Embaixada Verde visa promover o uso de tecnologias ambientalmente sustentáveis, a serem levadas ao conhecimento de usuários finais de vários tipos e tamanhos (outras Embaixadas, órgãos públicos, proprietários individuais, professores, alunos, etc.). São soluções tecnológicas eco-sustentáveis ​​para a produção de energia, para o descarte e a reciclagem de água e para o descarte correto de resíduos. A ambição é ser um estímulo e um exemplo a ser imitado, atingindo um grande número de usuários, promovendo comportamentos capazes de reduzir o impacto ambiental da produção de energia, do uso de água nos edifícios e da geração de resíduos. A Embaixada da Itália em Brasília sempre registrou um afluxo de visitantes, interessados ​​em conhecer as soluções adotadas e/ou ver como elas são implementadas.

O projeto Embaixada Verde nasceu porque a Embaixada da Itália em Brasília, considerando o potencial de energia solar e a necessidade global de economizar e reaproveitar água, decidiu em 2010 se transformar em um laboratório de experiências eco-sustentáveis. Foi o primeiro projeto realizado no âmbito de um programa ambiental mais geral promovido pelo Ministério das Relações Exteriores italiano denominado “Farnesina Verde”.

O Governo do Distrito Federal (região administrativa da capital Brasília) atualmente reconhece a Embaixada como um “pequeno gerador” pelo fato de produzir menos de 120 litros (o equivalente a uma única sacola plástica grande) por dia de resíduos destinados a aterros sanitários. A sede diplomática italiana é considerada – tanto no âmbito governamental como diplomático – pioneira na implementação de políticas ambientais que contribuem para a proteção ambiental e o desenvolvimento sustentável.

Para mais informações:

https://ambbrasilia.esteri.it/ambasciata_brasilia/it/i_rapporti_bilateral/cooperation-scientifica/progetti/il-progetto-ambasciata-verde.html

PROJEÇÃO VIRTUAL DO FILME DE ANIMAÇÃO ITALIANA “TRASH”

“Caixas, garrafas, latas: lixo abandonado, imóvel e silencioso. Mas só até o cair da noite… Slim é uma caixa de papelão escangalhada. Mora em um mercado, com seu amigo Bubbles – uma garrafa de refrigerante – e outros companheiros. Eles sobrevivem escondendo-se das máquinas aspiradoras da limpeza. Slim não acredita mais em nada, nem mesmo na lenda da Pirâmide Mágica, um lugar mítico onde o lixo pode renascer e voltar a ser útil para si mesmo e para os outros. Mas um evento inesperado mudará seu destino. “Trash”, uma aventura de animação que une diversão e missão educativa, aborda o tema atual da reciclagem de resíduos e de como todos nós podemos fazer a diferença.”

Para mais informações:

https://ambbrasilia.esteri.it/ambasciata_brasilia/it/ambasciata/news/dall-ambasciata/2021/04/projection-virtuale-del-film-italiano.html

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.