A Embaixada da França no Brasil e o Institut français têm a honra de convidar os membros da sociedade civil brasileira a participar da próxima edição da Noite das Ideias

Noite das Ideias, Linhas de falha.

A Embaixada da França no Brasil e o Institut français têm a honra de convidar os membros da sociedade civil brasileira a participar da próxima edição da Noite das Ideias, que ocorrerá de março a junho de 2024.

PNG
O que é a Noite das Ideias?

Desde 2016, o Institut français convida os membros da sociedade civil da França e do mundo inteiro a celebrar a livre circulação de ideias e a troca de conhecimentos.
Em uma única noite, ocorrem palestras, encontros, bate-papos, entrevistas, performances, exposições, shows e oficinas sobre uma temática internacional.

O objetivo é abrir novos espaços de debate, promover a livre circulação de ideias e integrar diferentes campos do pensamento, desde as artes até as ciências, passando pela filosofia, esporte e conhecimento tradicional. A Noite das Ideias é um laboratório de inovação e experimentação no campo do debate público, destacando iniciativas que promovam debates mais inclusivos, participativos e colaborativos.

Seja à beira-mar, no boteco, na aldeia, no museu, na praça ou na ocupação, não há lugar onde o diálogo e a troca de ideias não encontrem seu espaço!
A Noite das Ideias 2024: Linhas de Falha

O tema do evento deste ano é “Linhas de falha”.

Este tema nos leva a refletir sobre as rupturas da nossa época, sejam tecnológicas, políticas, sociais, ambientais ou geográficas.

Alguns eixos de pensamento podem ser destacados com esse tema, tais como:

– As grandes rupturas tecnológicas e científicas em curso (inteligência artificial, engenharia genética, neurociências, novas energias…);

– As dinâmicas de polarização que emergem internacionalmente;

– O impacto das novas formas de mobilização;

As rupturas dentro da própria sociedade e a incapacidade de romper as bolhas sociais.
Quem pode participar da Noite das Ideias?

Qualquer organização privada, pública ou associativa que atue nos campos cultural, educacional, no terceiro setor, na difusão de conhecimento ou em outros tipos de atividade no Brasil pode se candidatar, desde que esteja em dia com suas obrigações fiscais e legais (MEI, ME, Ltda…).
Por que participar da Noite das Ideias?

Participar da Noite das Ideias permite a você:

Engajar-se em um evento internacional, com convidados e organizações culturais reconhecidas na França e no mundo inteiro;

Reinventar o debate intelectual de forma festiva, participativa e inclusiva;`

Propor novos projetos com formatos inovadores em parceria com a Embaixada da França no Brasil;

Estabelecer conexões com novos parceiros no Brasil e nos países francófonos, graças ao apoio da rede da Embaixada, do Institut français e das Alianças Francesas.
O que a Embaixada da França no Brasil oferece?

Apoio financeiro para a organização do evento de até R$ 35.000*

* Esta quantia não pode ultrapassar 50% das despesas totais do orçamento global do projeto. A disponibilização de espaços, equipamentos ou o tempo de trabalho de equipes dedicadas ao projeto podem ser incluídos no orçamento como recursos próprios.

* O projeto precisa contar com outras fontes de financiamento.

* O apoio será transferido para a entidade jurídica responsável pela execução do projeto após a emissão da nota fiscal e pode estar sujeito a impostos.

Acompanhamento personalizado da Embaixada da França no Brasil, através do Escritório do Livro na concepção e realização do evento. O Escritório do Livro da Embaixada está a disposição para facilitar o contato com parceiros e palestrantes franceses e francófonos;

Apoio na comunicação e divulgação do evento
Como participar da Noite das Ideias?

Para participar da Noite das Ideias, o idealizador do projeto deve propor um evento sobre o tema “Linhas de falha” a ser realizado entre o 1° de março e o 30 de junho de 2024.

O proponente deve enviar sua proposta para noitedasideias.embaixadafranca@gmail.com até 31 de janeiro de 2024.

A inscrição deve conter:

– Uma nota de intenção assinada pelo proponente do projeto para a Noite das Ideias 2024 com a programação, o local de realização, os formatos e os parceiros (com no máximo 3 páginas);

– Um pré-orçamento com as despesas e as fontes de financiamento previstas, inclusive o valor de apoio solicitado à Embaixada;

– Os dados da instituição (cartão CNPJ, RG do responsável jurídico, endereço,
contato, e-mail e nome do responsável).
Quais são os critérios de seleção?

O júri da comissão de seleção da Noite das Ideias 2024 privilegia as iniciativas: em parceria com organizações/agentes internacionais e, em particular, com franceses e/ou francófonos; em formatos originais, inovadores, participativos e inclusivos;
que abrangem diferentes campos (artes, ciências, jornalismo, sociedade civil); com uma pluralidade de opiniões e uma diversidade de perfis (artistas, professores, ativistas, pesquisadores…); com formatos festivos, sem que se perca de vista a qualidade do conteúdo; que procuram democratizar os debates; que minimizam o impacto ambiental do evento; que contemplam a igualdade de gênero;
que ocupem locais inusitados ou poucos usados para debates.

O projeto pode se apresentar sob diversas formas (debate, conferência, performance, “world café”, projeção, exposição, sarau etc). Podem ser projetos grandes ou pequenos. A Noite das Ideias pode ser incluída em um evento, programa ou festival já planejado.
Condições

O projeto deve incluir um parceiro francês e/ou convidado(s) francófono(s). O projeto deve ter um vínculo editorial com a tema da Noite das Ideias, Linhas de falha.
Cronograma

15/12/2023: Abertura do edital;

31/01/2024 (23h59, horário de Brasília): Data limite para o envio de propostas;

22/02/2024: Divulgação do resultado dos projetos selecionados;

01/03/2024 –

Compartilhe
Fabiana Ceyhan

Fabiana Ceyhan

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.