Vacinação avança mais três faixas etárias e chega aos 41 anos

Será aberto neste sábado (10), às 10h, o agendamento da vacinação contra covid-19 para a população de 41 a 59 anos de idade no Distrito Federal. A medida que acelera o processo de imunização foi anunciada pelo governador Ibaneis Rocha nas redes sociais e confirmada em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (8), no Palácio do Buriti.

A previsão é de que a vacinação para as pessoas acima de 41 anos já comece na semana que vem | Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

O processo de imunização para esse grupo etário começa já na segunda-feira (13). O avanço na vacinação está sendo possível com o recebimento de novas doses do antídoto, que chegarão até este sábado (10) ao DF. Somam-se a elas o remanejamento de 3.698 doses que estavam direcionadas a outros grupos de prioridade, mas que não tiveram procura.

De acordo com o secretário da Saúde, Osnei Okumoto, o número de vagas abertas para marcação depende de um cálculo que está sendo feito pela pasta. “Ainda está sendo definido, porque a gente faz isso dentro de 55 bases de vacinação e localizando as ‘sobras’ nessas bases para só então dizer quantas doses terão em cada uma delas”, explicou o secretário.

Confira o vídeo:

O DF recebe nesta sexta (9) 32,5 mil doses de vacinas.

Ouvidoria

A partir de agora, quem tomou a primeira dose da vacina em outra unidade da federação não precisará mais recorrer à Ouvidoria do GDF para comprovar residência em Brasília e, assim, receber a segunda dose por aqui. Segundo o secretário da Casa Civil Gustavo Rocha, a comprovação de endereço será necessária diretamente no posto de vacinação, mas deverá obedecer um critério: só será possível se a idade do cidadão já estiver sendo atendida no DF.

“Se uma pessoa de 30 anos que, por exemplo, tomou a primeira dose em São Luís do Maranhão, e tentar tomar a segunda aqui, ela não irá conseguir fazê-lo dentro do prazo, já que o critério obedecerá a ordem de idade que estiver sendo vacinada aqui.”

Fonte: Agencia Brasilia

Jornalista por formação, Professora de Inglês (TEFL, Teaching English as a Foreigner Language). Estudou Media Studies na Goldsmiths University Of London e tem vasta experiência como Jornalista da área internacional, tradutora e professora de Inglês. Poliglota, já acompanhou a visita de vários presidentes estrangeiros ao Brasil. Morou e trabalhou 15 anos fora do país.